quarta-feira, 18 de abril de 2012

Chacras e Cura Psíquica - Parte III

:: Wagner Borges :: 
(A Energia da Paz)

Devido à sua imaturidade, os homens padecem de um grande vazio em seus corações. E o resultado disso é uma grande confusão sensorial e uma alta propensão para climas belicosos.
Nem só de pão vive o homem, mas também de energia.
E o que faz com que sua força vital esteja em harmonia é o coração compassivo.
Pois, quando há Paz, uma nova Luz preenche o Ser. E o vazio consciencial desaparece... E as contendas também.
Portanto, mais do que energia, é necessário manter um clima pacífico nos centros vitais dos homens. Por isso, sugerimos aos estudantes espirituais que, à guisa de mantra, concentrem-se mentalmente na palavra PAZ em seus chacras**.
Façam isso com atenção, de baixo para cima, de chacra a chacra - da base da coluna até o lótus das mil pétalas*** -, e também com grande respeito e amor. Porque os chacras são como pequenos portais interplanos e interligam os homens a outras consciências e planos de manifestação.
Então, que cada um considere aos seus chacras como templos espirituais, no âmago de si mesmos. E que a Paz faça sua morada neles, para que a Luz lhes dê a devida qualidade.
Aquela luz que vem do Alto... Para inspirar os homens.
A Paz subindo pelos centros vitais da coluna...
A prece silenciosa viajando a favor do bem de todos...
O coração agradecido ao Alto...
E a consciência esclarecida, lúcida e serena, operosa e diligente, integrada aos magnos valores de Liberdade, Igualdade e Fraternidade.
Que a Paz não seja apenas uma palavra, mas torne-se consciência e atitude correta e compassiva. E, mesmo que muitos homens vivam sintonizados com as pesadas vibrações de discórdia - dentro e fora deles mesmos -, cabe aos estudantes e trabalhadores espirituais a propagação de vibrações pacíficas, para contrabalançar tais emanações deletérias.
Porque, aqueles que são esclarecidos espiritualmente, jamais permitirão que as ondas escuras da violência, do ódio e da vingança invadam seus corações.
E, mesmo diante do caos e das dificuldades do mundo, eles permanecerão fiéis à Luz e sintonizados com a Paz, que já viaja pelos seus chacras...
E com suas preces silenciosas e a propagação de energias serenas e benfeitoras –sempre amparados pelo Alto-, eles contrabalançarão a gritaria dos homens rendidos às trevas da violência.
Porque eles estão em Paz, e a Paz está com eles. E, por isso, o Grande Arquiteto Do Universo está em seus corações.

Om Shanti!****

P.S.:
Luz na senda.
Amor em profusão.
Paz nas ações.
Em tudo, serenidade e compreensão.
Sejam justos, honestos e equânimes.
E orem ou honrem ao Pai Celestial com atitudes sadias e de acordo com o bem comum.

Paz e Luz.

- Os Iniciados e Sanat Khum Maat***** –
(Recebido espiritualmente por Wagner Borges.)

- Notas:
** Chacras - do sânscrito - são os centros de força situados no corpo energético e têm como função principal a absorção de energia - prana, chi -, do meio ambiente para o interior do campo energético e do corpo físico. Além disso, servem de ponte energética entre o corpo espiritual e o corpo físico.
Os principais chacras são sete – que estão conectados com as sete glândulas que compõem o sistema endócrino: coronário, frontal, laríngeo, cardíaco, umbilical, sexual e básico.
*** Chacra Coronário - é o centro de força situado no topo da cabeça, por onde entram as energias celestes. É o chacra responsável pela expansão da consciência e pela captação das idéias elevadas. É também chamado de chacra da coroa. Em sânscrito o seu nome é sahashara, o lótus das mil pétalas. Está ligado à glândula pineal.
Obs.: A pineal é a glândula mais alta do sistema endócrino, situada bem no centro da cabeça, logo abaixo dos dois hemisférios cerebrais. Essa glândula está ligada ao chacra coronário, que, por sua vez, se abre no topo da cabeça, mas tem a sua raiz energética situada dentro dela. Devido a essa ligação sutil, a pineal - também chamada de epífise - é o ponto de ligação das energias superiores no corpo denso e, por extensão, tem muita importância nos fenômenos anímico-mediúnicos, incluindo nisso as projeções da consciência para fora do corpo físico.
**** Om Shanti – do sânscrito – Om: o Verbo Divino; a Primeira Luz; a Vibração do Todo, que interpenetra a tudo. É o grande mantra da cosmogonia hinduísta clássica.
Shanti: paz; a paz como estado de consciência do Ser.
Logo, Om Shanti significa Paz Divina – ou Paz Espiritual.
***** Os Iniciados - grupo extrafísico de espíritos orientais que opera nos planos invisíveis do Ocidente, passando as informações espirituais oriundas da sabedoria antiga, adaptadas aos tempos modernos e direcionadas aos estudantes espirituais do presente.
Composto por amparadores hindus, chineses, egípcios, tibetanos, japoneses e alguns gregos, eles têm o compromisso de ventilar os antigos valores espirituais do Oriente nos modernos caminhos do Ocidente, fazendo disso uma síntese universalista. Estão ligados aos espíritos da Fraternidade da Cruz e do Triângulo. Segundo eles, são iniciados em fazer o bem, sem olhar a quem.
Para saber mais sobre o mestre extrafísico Sanat Khum Maat, ver o texto 139 - postado pelo site do IPPB em 1999, e onde revelo alguns detalhes sobre sua presença espiritual -, no seguinte endereço específico: http://www.ippb.org.br/modules.php?op=modload&name=News&file=article&sid=3194.
Há outros textos dele postados na seção de textos periódicos do site enviados semanalmente - www.ippb.org.br. Devido à profundidade de seus apontamentos, é um dos mentores mais queridos dos leitores, que, frequentemente, enviam e-mails pedindo mais textos de sua autoria espiritual.
Obs.: A coletânea de textos espirituais de Sanat Khum Maat está publicada em meu oitavo livro: "Ensinamentos Extrafísicos e Projetivos", lançado pela Editora Madras, em 2005 - o livro pode ser encontrado nas livrarias e também pode ser adquirido diretamente no IPPB, ou por telefone, e ser enviado pelo correio. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...