sábado, 15 de setembro de 2012

As Runas das Bruxas.

By Laetittia Braz.


Runa do Sol: 
indica um período de iluminação onde várias possibilidades surgem, permitindo que você avance em direção do que você deseja. Toda essa abertura exigirá que você assuma mais responsabilidades, planeje seu futuro, tenha metas claras e não deixe que nada o desvie de seu caminho. Lute por conquistas materiais, invista seus ganhos pensando num futuro tranqüilo.


Runa do vôo: 
prepare-se para lutar por seus ideais. Neste momento todos os obstáculos que o impediam de progredir começam a se dissipar. Procure seguir em frente buscando novos horizontes. Pense positivamente e procure se aprimorar. Esteja preparado para assumir novos desafios. Período propício a todo tipo de viagem. Nesta fase a comunicação é um ponto forte, portanto saiba utilizar-se dela para poder obter todos os benefícios. Mudanças inesperadas podem fazer você rever seus planos.

Runa dos anéis: 
esta runa favorece todos os tipos de associações como sociedade, namoro, casamento, etc. Este é o momento de unir forças, trabalhar em grupo deixando de lado o individualismo. Tudo que tem ligação com a justiça como audiências, contratos, documentos, assinaturas, casamento ou divorcio também é favorecido. Procure não se influenciar por coisas supérfluas ou superficiais, pois estas situações tendem a acabar repentinamente. Procure ir fundo nas questões e só dê importância as coisas sólidas e estruturadas.

Runa da mulher: 
Denota que a negatividade ao seu redor estará se dissipando. Os caminhos começam a se abrir possibilitando o início de novos projetos. Procure ser criativo, evite criar confusões e esteje aberto a negociação. Siga suas intuições, abra-se para novos horizontes, estude, quebre barreiras e cure-se de velhos vícios. Para mulher um período propício a gravidez.



Runa do romance: 
Denota uma fase de abertura para concretização de projetos já iniciados. De agora em diante, o vento começa a soprar a seu favor, procure utilizar esta energia para fins construitivos, pois caso ela seja usada para o mal, as consequências podem ser graves. No aspecto amoroso simboliza união, um período de fertilidade para o amor. A sexualidade estará aflorada, podendo propiciar uma gravidez. Tempo favorável para reconciliação.



Runa das ondas: 
esta runa indica que a situação não está totalmente clara, portanto procure investigar mais a fundo buscando esclarecer todos os detalhes. Não se deixe guiar pelas emoções e evite sonhar em demasia. Se for possível é melhor não tomar nenhuma decisão importante neste instante. Saiba aguardar o melhor momento para agir. Este runa é favorável a viagens, principalmente marítimas. Nos negócios procure ser objetivo, trace metas e não deixe que nada o desvie do programado... Persevere.

Runa da colheita: 
você será reconhecido por seus esforços, todos os empecilhos se retiram, os caminhos e portas se abrem para que você avance em rumo ao que deseja. Saiba aproveita deste momento, não se acomode, lute, persevere, pois tudo estará a seu favor bastando ter boa vontade e iniciativa. No amor você terá a chance de rever ou conhecer um bom parceiro que poderá levá-lo a felicidade. Procure evitar os excessos. Saiba administrar bem o que lhe chega às mãos. Cerque-se de pessoas sábias e verdadeiras, livre-se de aproveitadores e interesseiros.

Runa da estrela: 
os sonhos se tornam realidade, projetos ganham força para sua realização e a vida financeira prospera. Nesta fase você conta com muita proteção espiritual, portanto, esteja atendo a seus sonhos. Reconheça sinais enviados por guias espirituais mantendo-se mais conectado com o plano astral, pois muitas revelações serão feitas. Você poderá se sentir estranho, pois irá começar a romper com suas tradições deixando velhos hábitos para trás. Busque por novidades e mudanças para passar nas provações e testes. Mantenha-se atento para não cair em ciladas.

Runa do homem: 
aqui vale o ditado “não deixe para amanhã o que você pode fazer hoje”, pois só assim você não perderá oportunidades. Procure se organizar, tenha iniciativa e pulso firme, mantenha tudo sob controle, pois a tendência é que as coisas ocorram mais rápido que o esperado. A sabedoria deve sobrepor os atos de impulsividade. Resolva conflitos, liberte-se de situações passadas que o prendem impedindo de progredir livremente. Evite diálogos acalorados, brigas e discussões. A saúde requer atenção especial, mantenha seu sistema imunológico equilibrado, alimente-se de forma mais natural possível e evite doces, gorduras e sal em excesso.

Runa da encruzilhada: 
neste momento, você terá dificuldades maiores que habitualmente encontra, porém não desista diante das adversidades. Esteja atento as pessoas que o cercam. Evite falar de mais, guardando para si mesmo suas emoções ou frustrações. Apesar de tanta negatividade, será neste momento que você desenvolverá capacidades nunca reveladas, aprendendo a lidar melhor com as perdas. Com disciplina e sacrifício, lentamente as coisas caminharão, porém tudo o que for conquistado será sólido e permanente. Na vida amorosa denota desarmonia, uma possível separação ou um amor não correspondido.

Runa da Lua: 
esta runa indica que você deve aprender a lidar melhor com suas intuições. Antes de tomar qualquer decisão procure avaliar bem a situação. Reflita e baseie-se em seus aprendizados. Coloque em prática experiências adquiridas anteriormente. Liberte sua mente de amarras que o prendem ao passado impedindo você de progredir. Nesta fase você deverá ter muita paciência, saiba aguardar o momento certo de agir, reflita mais, medite e preste atenção em seus sonhos.

Runa do olho: 
simboliza que você deve observar melhor o que acontece a sua volta. Evite comentar demais sobre sua vida ou projetos. Procure olhar para dentro de si mesmo procurando sentir quais são suas verdadeiras necessidades. As respostas que você tanto procura estão todos em você mesmo. Ninguém pode ajudar melhor você do que você mesmo. A runa do olho também demonstra grande poder de clarividência, intuição aflorada, forte ligação com o mundo espiritual, portanto procure entrar em contato com o astral visando enxergar e decidir melhor os enigmas existentes em sua vida. O que deve ser aprendido aqui é enxergar a realidade e não o que os seus olhos gostariam de ver.

Runa da foice: 
esta runa indica a necessidade de se desligar de assuntos que não tem grande importância em sua vida, mas acabam sugando sua energia, prendem, amarram e perturbam a mente impedindo que você progrida. A foice vem podar, cortar, eliminar e acertar elementos que já encerraram sua participação em sua vida, por mais difícil que possa ser, procure não ir contra estas mudanças ou a dor será ainda maior. No amor é possível que ocorra uma separação, dificuldades a ser superadas, necessidade de programar mudanças usando reestruturar a relação para evitar um rompimento. Na parte espiritual denota energia negativa, perturbação espiritual, então, proteja-se.

quarta-feira, 5 de setembro de 2012

Um pouquinho sobre Freya...


Freya (Frija, Frowe, Frea, Fro, Vanadis, Vanabrudr, Mardöll, Hörn, Syr, Gefn) - “A Senhora”
Tantos nomes para poder designar a mais gloriosa e brilhante deusa nórdica, e talvez mesmo assim ainda não se faça jus a tudo o que ela personificava e significava para os pagãos nórdicos.
Alguns autores consideravam Freya e Frigga aspectos de uma mesma Deusa, porém, as diferenças são óbvias. Enquanto Frigga é a padroeira da paz e da vida doméstica protetora da família, Freya é a regente do amor e da guerra, da fertilidade, da magia e da morte.
Chamada de “Afrodite nórdica”, Freya era considerada “A Senhora” e seu irmão Frey, “O Senhor”, ambos invocados para atrair a fertilidade da terra e a prosperidade das pessoas.

Filha da deusa da terra Nerthus e do deus do mar Njord, Freya fazia parte das divindades mais antigas, Vanir, e foi cedida junto com o pai e o irmão ao clã dos Aesir, como parte do acordo firmado entre os dois clãs de deuses. Da análise de seu arquétipo, podem ser feitas algumas comparações com deusas de outras culturas e identificadas semelhanças.
Como Perséfone, Freya também se ausentava da terra por alguns meses, causando a queda das folhas e a chegada do inverno.
Da mesma forma que Hécate, Freya ensinou as artes mágicas às mulheres e era a padroeira das magas,bruxas e das profetisas (völvas e seidhkonas).
Assim como Afrodite, Freya regia o amor e o sexo e teve numerosos amantes (segundo os comentários de Loki, todos os aesir, todos os elfos, quatro gnomos e alguns mortais), sendo considerada adúltera e promíscua pelos historiadores cristãos. Era casada com Odr, mas, em razão de seu desaparecimento por alguns meses do ano, Freya chora lágrimas de âmbar e ouro, procura-o e lamenta sua ausência. As duas deusas são aficionadas por ouro e jóias. Afrodite tem seu cinto mágico, Freyja usa o famoso colar Brisingamen e o nome de suas duas filhas - Hnoss e Gersemi, que significam, respectivamente, tesouro e jóia.
Cibele, em seu mito, era servida por sacerdotes eunucos; os magos nórdicos que usavam as práticas seidhr eram considerados efeminados e vistos com desdém pelos guerreiros que os apelidavam de ergi. Enquanto a carruagem de Cibele era puxada por leões, a de Freya era conduzida por gatos.
Também são citadas as deusas celtas Maeve, Morrigan e Macha, pois Freya tanto era guerreira, quanto sedutora, e usava a magia ou a astúcia para atingir seus objetivos.
Outras deusas correlatas são Anat, Ishtar e Inanna, que têm em comum com Freya os traços guerreiros, a licenciosidade amorosa, as habilidades mágicas e a morte e renascimento (ou retorno) de seus amados.
A escritora Sheena McGrath compara Freya não apenas a essas deusas, mas também a Odin, pois ambos se valiam do sexo para atingir seus propósitos. Ambos são adúlteros e ardilosos, viajam metamorfoseados entre os mundos e recebem as almas dos guerreiros mortos em seus salões.
Freya possuía um colar mágico, Brisingamen, obtido de quatro gnomos ferreiros, em troca do qual ela dormiu uma noite com cada um. Odin, com inveja dos poderes mágicos do colar, enviou Loki para que o roubasse. Ele se transformou em uma pulga e mordeu o pescoço de Freya que, ao se coçar, soltou o colar, permitindo que Loki o roubasse. Para reavê-lo, Freya teve que fazer algumas concessões para Odin com relação à disputa sobre os ganhadores nas batalhas (cada um deles queria a vitória para seus protegidos).
Freya vivia na planície de Folvangr (”campo de batalha”), em um palácio chamado Sessrumnir (”muitos salões”). Diariamente, ela cavalgava, como condutora das Valquírias, e recolhia metade dos guerreiros mortos em combate. Nesse aspecto, seu nome era Val-Freya. Como recompensa por ter iniciado Odin na prática da magia seidhr, Freya podia escolher quais heróis desejava, os demais cabiam a Odin. Ela também recebia as almas das mulheres solteiras.
Como Vanadis, Freya era a regente das Disir, que personificavam aspectos das forças da natureza (sol, chuva, fertilidade, abundância e proteção) e eram as matriarcas ancestrais das tribos, reverenciadas com o festival anial Disirblot, na noite de 31 de outubro.
A escritora Monica Sjöo considera Freya e Frigga deusas gêmeas ou, juntamente com Hel, parte de uma tríade, embora, tivessem atributos totalmente diferentes.
Freya também tinha seu aspecto solar: chamada de “Sol brilhante”, ela chorava lágrimas de ouro e âmbar, que eram também os nomes de seus gatos, chamados por Diana Paxson de Tregul (”ouro da árvore”) e Bygul (”ouro de abelha”). Sua busca por Odr seguiu a trajetória do Sol, conforme as mudanças de estações, o que também a ligava a terra. Com o nome de Mardal ou Mardöll, Freya era reverenciada como “o brilho dourado que aparece na superfície da água iluminada pelos raios do Sol poente”. Supõe-s que Gullveig (a enigmática giganta que disseminou a cobiça entre os deuses Aesir) tenha sido um disfarce usado por Freya, enfatizando sua paixão pelo ouro. E foi como a maga Heidhr, “A Brilhante”, que ela ensinou a magia seidhr a Odin.
Outras de suas manifestações são Hörn, “A fiandeira”, regente do linho; Dyr, representada como “A porca”, a protetora dos animais domésticos, e Defn, “A generosa”; mas sempre como “A Senhora”, real significado de seu nome (Frowe, Fru ou Frau).
Atributos: representação da feminilidade, do amor, do erotismo da vida, da prosperidade e do bem-estar. Também era a regente das batalhas, da guerra e da coragem. Era a senhora da magia, a padroeira das profecias e das práticas xamânicas seidhr ou seidr (compostas por transe, necromancia, magia e adivinhação). Suas sacerdotisas eram as völvas e serdhkonas. Freya era a deusa nórdica mais cultuada e conhecida; seu nome deu origem à palavra fru (que significa “mulher que tem o domínio sobre seus bens”), que acabou por se tornar, com o passar do tempo, o equivalente a “mulher”. Renomada pela beleza extraordinária e pelo poder de sedução, ela tinha formas exuberantes e aparecia com os seios desnudos, o manto de penas de falcão nos ombros e inúmeras jóias de ouro e âmbar.
Elementos: fogo, água e terra.
Animais totêmicos: gato, falcão, porca, lince, felinos, cisne, cuco, aves de rapina, doninha, javali (considerado a metamorfose do seu amante Ottar), joaninha (”lady’s bug“).
Cores: dourado, verde, vermelho-escuro.
Árvore: sabugueiro, giesta, maciera, cerejeira, sorveira, tília.
Plantas: avenca, catnip (espécie de valeriana), lady’s slipper (”sapato-de-vênus”), rosa vermelha, lágrimas-de-nossa-senhora, madrágora, verbena.
Pedras: âmbar, olho-de-gato e de falcão, pedra-de-sol, esmeralda, calcopirita, granada, safira, azeviche (chamado de “âmbar negro”).
Metais: ouro, cobre.
Dia da semana: sexta-feira (Freitag ou Friday, dia de Freya). Este dia consagrado a Freya pode ser utilizado para trabalhos de amor, sexo e magia.
Datas de celebração: 08/01, 19-30/04, 25/06, 28/08, 15-31/10, 27/12.
Símbolos: o colar mágico Brisingamen, o manto de penas de falcão, as luvas de pele de gato, gnomos, carruagem solar, o ciclo das estações (símbolo da busca por seu marido Odr), jóias (de ouro e âmbar), mel, veludo, linho, seda, formas de coração, caldeirão, as estrelas Vega e Spica.
Rituais:
Para aumentar a sensibilidade e o poder de sedução
Escolha flores de cores quentes como hibiscos, gerânios e rosas vermelhas. Prepare um banho comas flores, água morna e algumas gotas dde óleo essencial de ylang-ylang. Acenda uma vela laranja ou amarela e um incenso de sândalo ou canela. Banhe-se demoradamente. Sinta a magia e a sensualidade de Freya percorrendo seu corpo e aflorando sua sexualidade.

Para ativar a intuição e o poder mágico
Freya tem o poder do Amor e da Magia. Utilize a oração a seguir para pedir auxílio no desenvolvimento de poderes mágicos:

"Freya! Senhora das Valquírias
Dama da Magia por quem eu chamo agora
Ajude-me a encontrar o caminho encantado!
Senhora das lágrimas de âmbar, mostre-me a chave da mais profunda Magia!
Para desenvolvimentos dos talentos psíquicos e execução de magia
Unte uma vela verde com óleo de zimbro ou pinho, do pavio à base. Use um colar ou um pingente de âmbar em honra a Brisingamen; ou tenha uma peça de âmbar em suas mãos. Se vista com uma túnica verde ou que tenha detalhes verdes. Sente-se numa cadeira confortável aonde não venha a ser perturbado. Diga:

" Mulher Falcão! A Lua flutua através das árvores.
Freya! Chamo por aquela que chora ouro!
Dama da feitiçaria! Não temo sua presença.
Guardiã de Brisingamen! Revele-me os segredos dos nós e tranças.
Freya! Deusa da Lua! Rainha das Valquírias!
Dê-me a chave para a magia profunda."

Feche os olhos e respire profundamente. Sinta seu corpo relaxando. Diante de você há uma porta brilhante de luz. Visualize-se atravessando essa porta. Você está no salão de Freya em Asgard. A deusa está sentada em seu trono. Há um banquinho a seus pés. Ela acena a você, e você caminha pelo salão para se sentar no banquinho. Dedique o tempo que for necessário a conversar com Freya e receber seus sábios conselhos. Ao terminar, despeça-se e retorne através da porta de luz para seu corpo físico. Respire fundo novamente. Repita o canto e agradeça a Freya por sua ajuda.
Palavras-chave: poder de sedução, magia.

Culto à Freya
Era costume serem realizadas ocasiões solenes ou festivais para beber e honrar a Deusa Freya junto com outros Deuses, mas quando advento do cristianismo se introduziu no Norte, iguais comemorações foram transladadas para a Virgem ou a Santa Gertrudes. A mesma Freya, como todas as divindades pagãs, foi declarada como demônio ou uma bruxa e desterrada aos picos das montanhas norueguesas, suecas e alemãs. Como a andorinha, o cuco e o gato era animais sagrados para Freya nos tempos pagãos, acreditou-se que essas criaturas tinham qualidades demoníacas, e inclusive nos dias atuais se representa as bruxas com gatos pretos ao seu lado.

Curiosidades
O vanádio, é um elemento químico, símbolo V, foi descoberto, em princípio, por um mineralogista espanhol Andrés Manuel del Rio, no México em 1801, num mineral de chumbo. Em 1830, o sueco Nils Gabriel Sefström descobriu o elemento num óxido que encontrou enquanto trabalhava numa mina de ferro e deu-lhe o nome pelo qual é conhecido atualmente Vanádio, que é uma homenagem a deusa Vanadis, que é um dos nomes de Freya.


Autor: Aleteia Glustak
Referências
FAUR, Mirella - Mistérios Nórdicos – Deuses. Runas. Magias. Rituais. São Paulo: Pensamento. 1ª Ed. 2007.
DAVIDSON, H. R. Ellis – Deuses e Mitos do Norte da Europa. São Paulo: Madras. 2004.
GRUPO RODA DA LUA – O Livro das Deusas. São Paulo: Publifolhas. 2005.

domingo, 2 de setembro de 2012

A Importância do desapego

Por André Lima.

O apego é uma forma de dependência emocional e acaba sempre levando ao sofrimento. Apego aos filhos, a profissão, a alguma situação de vida, a um relacionamento, a resolução de algum problema... Quanto maior o apego, maior a ansiedade e a necessidade de controlar as pessoas e situações para que possamos ter uma temporária sensação de paz, satisfação ou felicidade. É na verdade uma prisão emocional. O nosso bem estar deixa de ficar nas nossas mãos. O apego é visto muitas vezes como algo positivo, como se fosse sinal de cuidado. A preocupação com alguma situação é uma manifestação do apego. Tem gente que não se permite relaxar diante de algo que ainda não foi resolvido porque acha que isso seria uma forma de desleixo, e assim não consegue se desapegar.Desapego é diferente de desinteresse ou de "não estar nem aí". Se desapegar significa ficar em paz, mesmo enquanto acontece algo que desejaríamos que fosse diferente ou enquanto algo não foi resolvido. É o abrir mão de controlar as situações da vida, as quais não temos realmente nenhum controle mas agimos como se tivéssemos. Podemos permanecer cuidadosos, porém, sem qualquer tipo de apego.Quando aplicamos EFT dissolvemos as preocupações, e a necessidade de controle. Assim ficamos em paz independente dos resultados externos. O mais interessante é que, quanto maior o desapego, mais as coisas tendem a funcionar bem. A energia do apego acaba atrapalhando relacionamentos e afastando as pessoas. Quem se comporta dessa forma sofre mais rejeição. O apego atrapalha também a resolução de situações. Talvez já tenha acontecido em algum momento da sua vida o seguinte. Você se preocupa muito com alguma coisa, deixa de dormir, faz de tudo, e nada se resolve. Depois, cansado de sofrer, você simplesmente deixa de se preocupar com a situação, relaxa e entrega. O que tiver que ser, será. Nesse momento, sua paz interior não mais depende do resultado, pois você agora já está em paz. E depois desse relaxamento, a situação acaba se resolvendo. Será coincidência? Eu acredito que não. As coisas vem com menos esforço quando já estamos em paz. Nesse estado de desapego é mais fácil ter idéias e tomar iniciativas. A motivação não está mais ligada a sentimentos negativos. Assim a ação é livre de tensões e por isso se torna mais eficiente.Quem estuda e pratica a lei da atração deve estar familiarizado com os seguintes passos:1 - Visualizar aquilo que se deseja como se já fizesse parte da sua realidade.2 - Gerar sentimentos positivos em torno da visualização como se já estivesse usufruindo dos resultados agora.3 - Entregar os resultados, ou seja, desapegar 100% se vai acontecer ou não, e ficar em paz. Este último passo pode parecer confuso para alguns, mas é muito importante. O que está por trás disso é a sabedoria de que nossa paz interior e felicidade não deve depender de situações externas, e que quanto mais felizes somos no presente, mais conseguiremos realizar nossos desejos sem esforço. Os desejos deixam de ser "necessidades". Se tornam apenas como um jogo, uma brincadeira, sem tensão, dependência ou medo. Pela lei da atração, atraímos aquilo que sentimos. A vibração da necessidade de que aconteça uma determinada coisa é uma vibração de escassez, de que falta algo. Então a tendência é atrairmos mais escassez, o que acaba afastando aquilo que desejamos. Nos relacionamentos, o apego é interpretado por muitos como um sinal de amor e cuidado pelo outro. Mas o que acaba ocorrendo é um jogo de manipulação devido a essa dependência emocional. Existe sempre muito medo inconsciente por trás desse jogo. O sofrimento vem mais hora menos hora pois não é possível controlar os pensamentos, sentimentos e atitudes de outras pessoas.Quando nos desapegamos dos nossos relacionamentos, ficamos mais seguros e acabamos transmitindo isso, o que nos torna pessoas mais interessantes. O outro lado se sente mais atraído. Para quem quer aprender mais sobre a EFT,  vou ministrar um minicurso online com foco no tema "Procrastinação" para ensinar como utilizar a EFT para se libertar desse hábito. Todos os detalhes abaixo:http://www.eftbr.com.br/curso-online.asp?i=84
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...