quarta-feira, 13 de fevereiro de 2013

O Poder mágico da persistência


por Andre Lima - andre@eftbr.com.br
As coisas na minha vida raramente aconteceram de uma hora pra outra. As mudanças que sempre quis fazer para melhor, normalmente levaram um certo tempo pra acontecer. Os sentimentos, emoções, crenças limitantes que atrapalham a minha vida pessoal, os relacionamentos e a vida profissional, demandaram, e ainda demandam, investigação e muito trabalho de autoconhecimento e liberação para provocar mudanças práticas na minha vida.

Mas, uma das coisas que certamente têm feito muita diferença na minha vida é a persistência. Vou explicar melhor por que.

Em uma determinada época da minha vida, passei por tantos problemas profissionais e financeiros que desenvolvi um estado de pessimismo e depressão bem intensos, pois tudo dava errado e as coisas ficavam cada vez piores. E foi justamente por isso que eu comecei a buscar autoconhecimento, coisa que nunca tinha feito antes. Creio que é assim que a maioria de nós entra nesse caminho de busca interior, empurrados pelos sofrimento.

Na ânsia de sair do estado emocional que eu me encontrava, buscava intensamente tudo que pudesse me ajudar. Eu ficava aqui no STUM lendo textos por horas. Eu comprava livros e mais livros de autoajuda. Fiz curso de florais de Bach. Iniciei-me no Reiki e fiz todos os níveis. Depois me iniciei no Karuna Reiki. Fui conhecer filosofias espiritualistas. Passei um período na igreja Messiânica que é de origem japonesa (tornei-me membro por um tempo). Já fui na Seicho-No-Ie para conhecer. Frequentei centro espírita algumas vezes (li vários livros dessa filosofia). Comecei a praticar Meditação Transcendental. Conheci rapidamente a Sahaja Yoga. Comprei CDs de afirmações positivas. Ia no homeopata uma vez por mês. Passei por trabalhos terapêuticos de diferentes linhas: psicoterapia, TVP, Reiki, florais, massagem, constelação familiar, frequência de luz, vibração védica, pancha karma, terapia do perdão, reprogramação de arquétipos e etc..

Como naquela época, a questão financeira estava péssima, eu buscava as coisas que eram mais baratas ou de graça, como os livros, as leituras online e as práticas que eu podia fazer nas filosofias espiritualistas e em casa. Esforçava-me e juntava dinheiro para conseguir ter acesso aos trabalhos pagos, e acabei passando por vários deles.

Eu fazia tudo o que estava ao meu alcance, e foi essa enorme persistência que fez total diferença na minha vida e provocou grandes mudanças. Às vezes, a gente pode até dar sorte de se afinar rapidamente com algum caminho que nos traga resultados rápidos, sem precisar ficar buscando um monte de coisas. Mas esse definitivamente não foi o meu caso, e acredito que não é o caso da maioria.

O que vejo em muitas pessoas que estão sofrendo é um padrão de desistência rápido ou um padrão de não tentar. Por trás, tem um medo de fazer algo e não ter resultados e assim sentir que perderam tempo. E se for pra investir financeiramente, então... Existe um medo grande de pagar por um trabalho e não ter resultado, e sentir que se gastou em vão ou que foi enganado por alguém.

Posso dizer que já fiz vários trabalhos pagos que não me trouxeram bons resultados. Já comprei livros que não foram interessantes. E já comprei material de autoajuda que também não me acrescentou muito. Entretanto, não me arrependo de ter arriscado e investido. Sou muito grato por ter conhecido cada um deles. Pois foi através dessas inúmeras tentativas que fui achando o que funciona pra mim e o que não funciona. Com essa experiência, hoje eu consigo escolher melhor e acertar mais os trabalhos que serão bons pra mim. Além disso, mesmo em materiais e trabalhos que não foram lá tão bons, já tive a grata surpresa de aprender alguma coisa pontual que acabou me trazendo grandes benefícios. Às vezes, um único insight que temos pode provocar mudanças muito importantes. E isso tem mais chances de acontecer com quem se mantém no caminho buscando, constantemente, sem medo de tentar.

A persistência é fundamental para que se consiga bons resultados quando eles não vieram a curto prazo. Quando eu comecei a praticar afirmações positivas, eu fiz isso por muitos meses. Quando comecei a receber Reiki terapeuticamente, eu recebi por 4 anos consecutivos, toda semana. Quando eu comecei a tomar florais, foram meses e meses tomando. De vez em quando ainda volto a tomar.

E mesmo hoje, já tendo melhorado bastante e não tendo mais aquele sofrimento enorme de antes me empurrando, eu me mantenho na busca constante e persistente. Sempre lendo algum livro de autoconhecimento e/ou recebendo algum trabalho terapêutico toda semana. Isso é sagrado pra mim. E felizmente hoje ficou mais fácil por que eu posso pagar e escolher o que eu quero! Mas só chegou nesse ponto devido a toda persistência inicial que foi o que me fez melhorar em tudo, inclusive, na parte profissional.

E é interessante quando leio sobre a vida de pessoas de sucesso em qualquer área e constato que, na vasta maioria dos casos, são pessoas que tiveram muita persistência e assim conseguiram superar os desafios. É incrível isso. A gente vê a pessoa lá bem-sucedida e até parece que ela nasceu daquele jeito, que foi algo mágico. Quando vamos em busca dos detalhes, tem sempre uma história de muitos fracassos antes de conseguir o resultado.

Por isso eu creio que a diferença entre os que conseguem e os que não conseguem é, na maioria das vezes, a questão da persistência. Os que atingem resultados são os ex-fracassados que nunca desistiram. E os fracassados são os potenciais vencedores que desistiram antes de acabar a corrida.

Foi através dessa persistência que o meu trabalho como terapeuta e palestrante cresceu bastante. Toda semana escrevendo textos (hoje já somam 226); sempre criando novos cursos; testando, inovando, recriando, constantemente.

Por trás da questão de ser ou não persistente existem muitos fatores inconscientes. O fato de não ser persistente indica a existência de processos inconscientes de autossabotagem. E algumas pessoas têm esses processos mais intensos do que outras. Mas esse tema é muito vasto para ser explicado agora.

De todos os caminhos que eu percorri (e foram muitos!), o trabalho com a *EFT (técnica para autolimpeza emocional, vej acomo receber um manual gratuito no final do artigo)é certamente o que de longe tem produzido resultados mais profundos, rápidos e duradouros. É o que tenho testemunhando na vida de muitos. A maioria das pessoas quando conhece a EFT sente que era a peça que faltava, o atalho que nunca haviam encontrado antes. Eu ouço esse tipo de relato mesmo vindo de pessoas que já estão nesse caminho de autoconhecimento há muito tempo.

André Lima - EFT Practitioner. *EFT - Emotional Freedom Techniques - É a autoacupuntura emocional sem agulhas. Ensina a desbloquear a energia estagnada nos meridianos, de forma fácil, rápida e extremamente eficaz, proporcionando a cura para questões físicas emocionais. Você mesmo pode se autoaplicar o método. Para receber manual gratuito da técnica e já começar a se beneficiar, acesse:http://www.andrelimaeft.com.br/pagina-de-inscricao-manual-eft e baixe o seu manual.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...