terça-feira, 20 de agosto de 2013

''Faça o que tu queres.''


Escrito por: Wolfigang C. Emiliano.

FAZ O QUE TU QUERES, POIS HÁ DE SER TUDO DA LEI.

Bom dia caros pagãos, pois nesse post falerei um pouco sobre a Lei de Thelema.
Para começar; evoco a vocês as palavras do Grandíssimo mestre Eliphas Levi:
“Mas antes de tudo quem és tu? que tens esse livro entre tuas mãos e te propõe a le-lo?..
Sobre o frontispício de um templo que a Antiguidade dedicara ao deus da luz lia-se esta inscrição de duas palavras: “Conhece-te.”
E esse mesmo conselho eu dou a todo homem e mulher que queria aproximar-se da Ciência.
(...)
O homem ou a mulher, que ama suas ideias e que receia desvencilhar-se delas, aqueles que temem as novas verdades e não estão dispostos a duvidar de tudo antes de admitir algo ao acaso deve fechar esse livro, visto que seria perigoso e inútil para ele – compreenderá mal e ficará perturbado.
Se amas o mundo mais do que a razão, a verdade e a justiça; se tua vontade é incerta e vacilante, seja no bem seja no mal; se a lógica te espanta, se a verdade numa te faz enrubescer; se te feres abordar os erros em que foste educado, condena imediatamente este livro e faz não o lendo, como se não existisse para ti; contudo, não escarnecerei dele e não o difamei como perigoso. Os segredos que ele revela, serão compreendidos apenas por um pequeno numero de homens e aqueles que compreendam certamente não os revelarão.
Exibir a luz as aves noturnas é oculta-la porque as cega e se converte em para elas em algo mais escuro que as trevas. “ (Dogma e Ritual de Alta Magia, Capítulo 1 A O recipiendário, Página 69, Editora Madras – Eliphas Levi (1810 – 1875)

Farei um post para falar apenas sobre o Levi, por hora, é interessante dizer que Levi estabeleceu 4 grandes pilares da realização magica:
Querer, Saber, Ousar e Calar.

Crowley estou Levi profundamente na Golden Dawn, e suponho que ele tenha compreendido o primeiro grande Arcano deixado por Levi: Querer.

Crowley escreveu X livros, o mais relevante deles foi o Livro da Lei, existe muita especulação sobre a origem desse livro, segundo algumas fontes foi ditado a ele por uma ser intitulado AIWASS seria o seu (diverge em algumas fontes ) S.A.G. (Sagrado Anjo Guardião) a nossa forma mais intima de contato com o divino que pode existir nesse mundo. O que Crowley fez foi nada mais nada menos do que levar sua amante para dentro da piramide de Gizé e lá realizarem um ritual de magia sexual que resultou na incorporação de AIWASS na amante de Crowley.
Outras dizem que foi na cidade de Tebas enquanto Crowley dormia e acordou ouvindo a voz do ser que se projetou astralmente como um ser mumificado e ditou a ele o livro em 3 dias e 3 noites e mencionam até mesmo datas e mas a primeira opção me parece bem mais convincente por estarmos falando justamente de Aleister Crowley UAHUAHA

Em algumas edições do próprio livro da lei ele se explica dessa forma:
“1. Este livro foi ditado no Cairo entre meio-dia e 13 horas em três dias sucessivos,8, 9e 10 de abril do ano de 1904.O autor se auto denominou Aiwass, e afirmou ser "o ministro de Hoor-paar-kraat",isto é, um mensageiro das forças regendo esta terra no presente momento, como será explicado adiante.Como poderia ele provar que era de fato um ser de um tipo superior a qualquer outro da raça humana, e dessa forma intitular-se falando com autoridade? Evidentemente ele precisava mostrar CONHECIMENTO E PODER como nenhum homem jamais possuiu.
2. Ele mostrou seu CONHECIMENTO principalmente pelo uso de cifra ou criptograma em certas passagens para revelar fatos obscuros, incluindo alguns eventos que já ocorreram, de forma que nenhum ser humano podia conhecê-los; assim, a prova de sua afirmação existe no manuscrito em si. É independente de qualquer testemunho humano.O estudo dessas passagens necessariamente exige uma suma escolaridade humana para interpretação exige anos de aplicação intensa. Uma grande parte ainda precisa ser trabalhada. Mas suficiente já foi descoberto para justificar sua afirmação; a mais cética inteligência é compelida a admitir sua verdade.Esse assunto é melhor estudado de acordo com Mestre Therion, cujo anos de pesquisa árdua guiaram-no à iluminação. Por outro lado, a linguagem da maior parte do livro é admiravelmente simples, clara e vigorosa. Ninguém pode lê-lo sem impressionar-se ao âmago do seu ser.
3. O PODER sobre-humano de Aiwass é demonstrado pela influência de seu Mestre, e do Livro, sobre eventos reais: e a história embasa totalmente sua afirmação. Esses fatos são acessíveis a qualquer um, mas são melhor compreendidos com a ajuda de Mestre Therion.
4. A descrição completa e detalhada dos eventos que levaram até esse Livro ser ditado, com uma reprodução fac-símile do manuscrito e um ensaio por Mestre Therion, foi publicada no, Equinox of the Gods.”
Em algumas edições encontramos todo tipo de advertência dizendo que o livro não deve ser lido, que deve ser queimado após a primeira leitura e todos os tipos de desencorajamentos da leitura, isso a meu ver, deve funcionar como uma espécie de filtro, para que só aqueles que tem a legitima vontade de possuir aquele conhecimento seguir a adiante
Mas Crowley não quer dizer para não lerem seu livro, o sentido de suas palavras está oculto, por isso comecei com Levi, para que percebam como um texto aparentemente agressivo, pode trazer reflexões fantásticas se bem analisados o que Crowley quer com isso é afastar os curiosos e os fanáticos, as pessoas que nascem para este caminho como nós não precisam temer essas advertências mas devem olhar para si mesmos constantemente buscando estes erros que são apontados de forma oculta nessas palavras para se lapidar e se tornar alguém melhor. Porque afinal de contas esse é o grande objetivo de qualquer que seja a Magia, independente de ser o Lado Direito, ou o Lado Esquerdo, a busca pela perfeição passa pela luz e pelas trevas, não há distinção pois como já dizia o Grandíssimo Hermes Trismegistus “O que está em Baixo é como o que está em Cima.”
Portanto neste conhecimento que lhes entrego, empreguem para o bem de si mesmos e das pessoas que estão a sua volta evolua pois esse é o proposito! Com a evolução vem tudo que você precisar, gradativamente, tudo ao seu tempo uma coisa de cada vez.

Vamos falar sobre Thelema, o livro da lei é ditado para Crowley em forma de versos, são muitos e eu não vou colocar um por um aqui, apenas os que julgo eu serem os mais relevantes, poderia escrever um livro dissertando sobre os simples versos que vou mencionar aqui e deixarei que tirem as suas próprias conclusões.

“I,10. Que meus servidores sejam poucos & secretos: eles regerão os muitos e conhecidos.
I,11. Estes são tolos que os homens adoram; seus Deuses & seus homens são tolos.
I,12. Aparecei, ó crianças, sob as estrelas, & saciem-se de amor!
I,13. Eu estou sobre vós e em vós. Meu êxtase está no vosso. Meu prazer é ver vosso prazer.
I,14. Acima, o gemado azul é
O despido esplendor de Nuit;
Ela se curva em êxtase para beijar
Os secretos ardores de Hadit.
O globo alado, o estrelado azul
São meus, Oh Ankh-af-na-khonsu!”

São versos lindíssimos, palavras de Deuses sem dúvidas, sua solução um mistério inexoravel e aqueles que compreendem simplesmente não sabem explicar. Bem, vamos ao que interessa:

“I,39. A palavra da Lei é θεληµα”
I,40. Quem nos chama Thelemitas não errará, se ele olhar bem perto na palavra. Pois nela há Três Graus, o Eremita, e o Amante, e o homem da Terra. Faze o que tu queres há de ser tudo da Lei.
I,41. A palavra de pecado é Restrição. Ó Homem! não recuses tua esposa, se ela
quer! Ó Amante, se tu queres, parte! Não há laço que possa unir os divididos a não ser o amor: todo o resto é blasfêmia. Maldito! Maldito seja para os eons! Inferno!
I,42. Deixe estar aquele estado de multiplicipade: atado e repugnante. Assim com tudo seu; tu não tens direito a não ser fazer tua vontade.
I,43. Faze isto, e nenhum outro dirá não.
I,44. Pois vontade pura, desembaraçada de propósito, livre do desejo de resultado, é toda via perfeita.
I,45. O Perfeito e o Perfeito são um Perfeito e não dois; não, são nenhum!”

E aí vai uma parte prática:

“I,57. Invoque-me sob minhas estrelas! Amor é a lei, amor sob vontade. Que nem os tolos confundam o amor; porque há amor e amor. Há a pomba, e há a serpente. Escolhei vós bem! Ele, meu profeta escolheu, conhecendo a lei da fortaleza, e o grande mistério da Casa de Deus. Todas estas velhas letras do meu Livro estão corretas; mas x não é a Estrela. Isto também é secreto: meu profeta o revelará aos sábios.
I,58. Eu dou alegrias inimagináveis na terra: certeza, não fé, enquanto em vida, sobre a morte; paz indizível, descanso, êxtase; nem eu exijo nada em sacrifício.
I,59. Meu incenso é de madeiras resinosas & gomas; e não há sangue aí: por causa de meu cabelo as árvores da Eternidade.
I,60. Meu número é onze, como todos os números deles que são de nós . A Estrela de Cinco Pontas, com um Círculo no Meio, & o círculo é Vermelho. Minha cor é preta para o cego, mas azul e ouro são vistos pelos videntes. Também eu tenho uma glória secreta para aqueles que me amam.
I,61. Mas amar-me é melhor que todas as coisas: se sob as estrelas noturnas no deserto tu presentemente queimas meu incenso diante mim, invocando-me com um coração puro, e a chama da Serpente ali dentro, tu virás um pouco recostar-te em meu seio. Por um beijo tu quererais então dar tudo; mas aquele que der uma partícula de pó tudo perderá naquela hora.
Vós reunireis mercadorias e quantidades de mulheres e especiarias; vós usareis ricas jóias; vós excedereis as nações da terra em esplendor & orgulho; mas sempre no meu amor, e então vós vireis à minha alegria. Eu vos exorto seriamente a que venhas diante de mim em um único robe, e coberto com uma rica tiara. Eu te amo! Eu te desejo! Pálido ou púrpura, velado ou voluptuoso, eu que sou todo prazer e púrpura, e embriaguez do sentido mais íntimo, te desejo. Ponha as asas, e desperte o esplendor serpentinado dentro de vós: vinde a me!”
E a meus versículos favoritos:

“II,56. Fora! vós zombadores, embora vós rides em minha honra vós não rireis por muito tempo: então quando vós estiverdes tristes sabei que Eu vos abandonei.
II,57. Aquele que for virtuoso será virtuoso ainda; aquele que for imundo será imundo ainda.
II,58. Sim! não considereis mudança: vós sereis como vós sois, & não outro. Portanto os reis da terra serão Reis para sempre OS ESCRAVOS SERVIRÃO. Não há ninguém que será rebaixado ou exaltado: tudo é sempre como foi. Entretanto há os meus servos disfarçados: pode ser que aquele mendigo adiante seja um Rei. Um Rei pode escolher sua vestimenta como ele quiser: não há teste seguro: mas um mendigo não pode esconder sua pobreza.”


Reflita Profundamente sobre essas palavras e antes de olhar para fora, olhe para dentro de si mesmo, você só tem o direito de cumprir sua própria vontade, isso traz pra si toda a responsabilidade de tudo que acontece na sua própria vida, estas pronto pra isso? Se não estiver, lhe oriento abandonar esse caminho enquanto ainda é tempo pra lhe poupar de maiores sofrimentos, agora se tem coragem se tem vontade, se já Sabes o que Queres basta agora ousar continuar e se calar para os tolos.

Deixo para todos os interessados o Livro da Lei em português, com cópias dos manuscritos originais de Crowley e a Estela da Revelação, quem quiser saber mais pode vir falar diretamente comigo, o conhecimento existe pra ser compartilhado! Faz o que tu queres! Há de ser tudo da Lei!

http://www.astrumargentum.org/arquivos/ht/libri/liber_all.pdf
nsist

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...