sábado, 19 de outubro de 2013

Workshop: ''Deusas da Alegria''.

''Através da alegria e do riso nos esquecemos dos limites de nossa existência, além de nos ajudar a vencer obstáculos que põem em perigo a continuidade da vida.''

Quando falamos de Alegria, o que vem à nossa mente? Não é a plenitude, totalidade, êxtase e sentimento de realização? Vamos partir do pressuposto de que não é só isso e que em muitos povos, lendas, mitologias e crenças a Alegria estava relacionada com a sexualidade, riqueza (material, física e espiritual) e com o desencarne. Em muitos povos, quando alguém falecia, eram feitas celebrações dignas de casamento até e tudo isso era feito em nome da crença de que: a pessoa ao passar pelo portal enfrentaria na outra vida, no outro lado coisas novas e os que aqui ficavam enviariam vibrações, mantras, a iluminação das tochas, cânticos, muita comida e música. O que para os Ocidentais sempre soou de forma estranha. E isso é outro ponto a se falar.

Já que quando falamos de Alegria, somos remetidos à totalidade, plenitude, gostaria de citar algumas Deusas relacionadas à Alegria e o que elas têm as nos dizer de uma certa forma.
Começando pelo famoso ''Berço da Civilização'', cito a Deusa Baubo. Quem é Ela? Baubo era a Deusa muito cultuada pelos Antigos Gregos, era chamada de ''Deusa do Ventre'' e sua representação era de um rosto na região do ventre, por isso este nome. E qual a ligação dela com a Alegria? Segundo a Mitologia, foi Baubo que 'Alegrou' Deméter que estava a chorar por que a sua filha, Perséfone tinha sido raptada. Baubo ao ver Deméter sofrendo, conta-lhe estórias alegres e algumas de cunho erótico para que a Deusa não chorasse mais e com isso, a Terra volta a florescer e florificar novamente e Deméter se sente mais motivada em sua busca pela filha. Baubo é uma Deusa muito sorridente, espontânea, radiante e amante da sexualidade. E ela vive em cada um de nós, pois ela é a capacidade que todos nós temos de nos levantarmos e seguirmos em frente depois de um momento triste e difícil.

Ainda com a Mitologia Grega, podemos citar Eurínome, Deusa também cultuada e relacionada à Criação, Êxtase, Arte, Poder, Totalidade, Deusa da Dança Cósmica e Sexualidade. Filha de Oceano e Tétis, Eurínome era a Deusa da Alegria também, já que tudo o que ela punha a mão trazia poder, luz e renovação. Com o surgimento do patriarcado na Grécia ela foi rebaixada e outros Deuses ficaram no posto de Criação. Mas ela era a Mãe Criadora do Universo, segundo os Gregos.

Descendo mais um pouco, propriamente no Egito, temos a Deusa Hathor que era muito venerada e cultuada pelos Egípcias, já que ela era a Deusa do Amor, Alegria, da dança, fertilidade, do vinho e protetora Celeste. As mulheres solteiras eram muito devotas à Hathor para que conseguissem serem mães e Hathor era conhecida também como a ''Dama da Embriaguez'', porque será, ne? E continuando no continente africanos, temos na cultura Iorubá a querida Orixá Oxum, Deusa das águas, da riqueza, beleza, amor, fertilidade, criação dos filhos e também da alegria, semelhantemente com a Deusa nórdica: Freya. Que é a Deusa da Alegria também, da música, das flores, magia e está relacionada à sensulidade, fertilidade, amor e beleza.

Mas para mim, quando eu falo de Deusa da Alegria, o que me vem à mente de imediato é uma Deusa japonesa chamada Uzume. O nome dela é Ame-no-Uzume-no-Mikoto. É a Deusa da folia, alegria, riso, teatro e dança. Na mitologia japonesa, foi Uzume que tirou Amaterasu da caverna. Amaterasu muito triste com as atitudes de seu irmão, ela foge para uma caverna, e como ela era a Deusa da beleza, irradiava como o Sol para o povo. Mas como ela se escondeu na caverna, o mundo ficou ás escuras. Uzume vendo isso, para chamar a atenção de Amaterasu, ela sobe em cima de uma banheira e começa a dançar sobre e tira suas vestes e fica dançando. Os Deuses vendo aquilo e achando isso um absurdo começam a rir. Uzume coloca um espelho na entrada da caverna para que Amaterasu visse sua beleza e o quanto o povo estava sentindo a falta da Luz dela. Amaterasu sai da caverna para ver o que estava acontecendo e se depara com o espelho e sai da caverna, e volta a iluminar a Terra. Pra mim, é uma das definições mais lindas de Alegria e que tem tudo a ver comigo, já que eu gosto de fazer as pessoas felizes. Falando assim vocês podem pensar: Mas porquê? Simples.

Eu me chamo Eloah Letícia. Nome dado pelos meus pais e posso dizer com muito amor e carinho que eu já nasci com um nome mágico. Sim! ''Eloah'' significa 'Deusa em Hebraico e ''Letícia'' significa 'Alegria' em Latim. Logo: ''Deusa da Alegria'' ou ''Alegria da Deusa''. E com muita ALEGRIA celebro a vida, as Deusas, Deuses, e a vida que eu levo. E com mais Alegria ainda, levo o Paganus Aeternus em meu coração e a cada dia uma flor nasce e indica que estou no caminho certo.

E para finalizar: ''As Deusas da Alegria sempre estiveram dentro de nós. Elas são a nossa Alegria e nós somos a Alegrias Delas. E a Deusa diz: ''Sintam-se livres! Permitam-se ser verdadeiramente felizes, e por um instante sintam a leveza do Ar, deixem-se levar no balanço das águas, pois precisamos de tudo isso. Sejam livres!''
Muitas pessoas ainda hoje se sentem desanimadas e rejeitas e até indignas de serem amadas. Muitas, infelizmente, têm a certeza de terem perdido a capacidade de amar. Mas este vazio difuso de que as pessoas se queixam pode ser explicado em termos de perda da conexão com a Deusa, aquela que renova a vida, traz o Amor, Beleza, Prosperidade, Fertilidade, Paz e Cura. São as Deusas que fazem a ligação com uma camada importante da nossa vida instintiva, nos trazendo de volta o riso, a alegria, a energia criativa que une a sexualidade com a espiritualidade.''

Acredito, que Deusas como citadas acima, que são seguras e confiantes de sua mente, corpo e espirito pode nos ensinar a ter mais confiança em nós mesmas para que possamos compreender que a nossa sensualidade, pensamentos e atitudes não são pecaminosos, mas sim, um dom Divino.
Tente. Não custa nada dançar, rir, celebrar! É de graça. Embale-se em uma dança improvisada, quando estiver pronta, ria bastante e o quanto puder. Rir é contagiante! A partir de hoje sorria mais, ria mais e deixe que essa energia linda e pura se espalhe aos que estão ao seu redor. Se perguntarem o que houve, apenas sorria.

A alegria cura e o amor Salva. Renove-se.


Escrito por: Eloah Letícia Braz.



Fundadora do projeto Paganus Aeternus.
Direitos Reservados

2013.

3 comentários:

  1. MARAVILHOSO AMIGA QUERIDA <3
    Sucesso e ALEGRIA na tua vida ! Bjs

    ResponderExcluir
  2. Perfeitooo! Também sou uma Deusa da Alegria! Muitos sorrisos sempre!

    ResponderExcluir
  3. Perfeitooo! Também sou uma Deusa da Alegria! Muitos sorrisos sempre!

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...