domingo, 17 de novembro de 2013

Você é a sua cura - parte IV


:: Saul Brandalise Jr. ::

Sim, somos a nossa Cura.

Assim como os aviões, nós também temos a nossa Caixa Preta. Ela está ali, calma, serena, tranquila, adormecida em nossa mente, nosso cérebro.

Nossa mente é o arquivo dentro do nosso cérebro. Nela estão contidas todas as nossas emoções passadas e presentes. Jamais as futuras. Elas não foram ainda vividas, portanto, não fazem parte de nosso ser. São apenas sonhos.

Os sonhos, é claro, são importantes em nossas vidas, mas não passam disso. Quem vive só pensando neles se esquece de viver. O mesmo acontece com quem vive do passado. Nada pode fazer para mudar o que já se foi... Só cultua dor, ódio ou beijo não dado, perdido, portanto. Viver do passado e não viver... é vegetar.

É com ela, a mente, que tudo se inicia em nossa vida. Muitos autores já comentaram sobre a força do pensamento positivo, mas poucos mostram que isso não é só importante, como se torna significativo nas colheitas futuras.

Saber pensar é tudo. Se policiarmos os nossos pensamentos e dosarmos a quantidade de coisas negativas que nos permitimos pensar e consequentemente vivenciar, acabamos descobrindo que certas pessoas já não conseguem fazer parte de nosso meio.

Quais? Aquelas para as quais tudo está ruim, que só propagam a má intriga e que são as fofoqueiras de plantão.

Se alguma pessoa chegar até você e te disser:Você sabe da última?

Responda: sei, e afaste-se dela. Ela só vai te contar coisas ruins. Contaminar a sua mente com besteiras que nada agregam.

Se alguém chegar até você e disser: Tenho uma boa novidade para te contar... Pare e escute.

Vivemos na freqüência que produzimos em nossa mente e propagamos de acordo. A força de nosso pensamento é impossível de ser medida, portanto, é mais forte do que qualquer raio que o ser humano já inventou.

Se só pensamos negativamente, assim será a nossa vida. Tudo vai se tornar complicado. Iremos gastar mais do que ganhamos, nossa saúde vai sofrer, não dormiremos bem à noite, nossa pressão arterial vai subir; criaremos úlceras em nosso estômago; sempre estaremos pensando e vivendo a matéria. Só o dinheiro justifica as nossas atitudes. Enfim, corremos um sério risco de nos tornarmos ácidos. Teremos poucos amigos, seremos mais criticados do que admirados.

Devo confessar que é muito mais fácil pensar assim de forma negativa. Para isso, o esforço que devemos fazer é nulo. Basta nos trancarmos em nossa ignorância, convivermos com pessoas ocas, frequentarmos lugares que nada agregam, nos embebedarmos e consumirmos drogas.

Pronto, que bela vida, não é mesmo?

Ao contrário, para pensarmos de forma positiva, é preciso nos conhecermos melhor. Identificarmos os nossos próprios defeitos, antes de apontarmos os dos outros. Amarmos a natureza e o que vem dela. Respeitarmos o livre-arbítrio das pessoas e dos animais. Policiarmos as nossas atitudes e deixarmos de querer controlar tudo e todos. Sabermos que a nossa verdade é única e que jamais será a mesma verdade dos outros. Cada ser humano é um altar, quer algumas religiões aceitem - ou não - esta verdade.

Vibrar na freqüência do bem exige esforço, autossuperação, paciência, compreensão e tolerância. Esta é a chave de nossa caixa preta. 

Somos, verdadeiramente, o que temos capacidade para pensar. Este é o segredo de uma boa vida.

Sei que nos veremos.Beijo na alma.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...