quinta-feira, 12 de dezembro de 2013

ARIANRHOD, A DEUSA DA LUA CHEIA


Arianrhod a bela deusa da Lua Cheia, é descrita na coletânea de textos galeses “Mabinogion” como “A Senhora da Roda de Prata”. Vivendo na longínqua terra encantada de Caer Sidi, ela personificava uma antiga Deusa Mãe celeste, regente da constelação estelar Corona Borealis, cujo nome em galês era “Caer Arianrhod” , ou seja, “O castelo girante de Arianrhod”.

O mito de Arianrhod é muito complexo, com elementos contraditórios e de difícil compreensão, denotando as deturpações decorrentes da interpretação das antigas lendas da tradição oral dos bardos, pelos monges e historiadores cristãos.
Há, no entanto, uma passagem muito interessante que descreve de forma metafórica e pitoresca uma mescla de atributos da Deusa como Donzela e Mãe Escura. Filha da Deusa da Terra Don ou Dana. A grande mãe dos Thuata dé Dannan.

Na tradição celta, essa Deusa é vista como Virgem e Mãe, Padroeira da Lua, da Noite, da Sexualidade, da Justiça, da Magia e do Destino. Mais tarde, ela é apresentada como uma Deusa-Mãe, girando a Roda de Prata e transformando-a em uma barca lunar, que utiliza para transportar os mortos para os Jardins de Enmania, ou Terra da Eterna Juventude.

Como Deusa regente dos nascidos no signo de Touro, é um tipo de Deusa do Lar, inspirando seus tutelados a manterem um lar harmonioso, no qual impere o aconchego, amor e respeito entre os familiares.
É importante lembrar que cada aspecto da Deusa representa um aspecto que nós mulheres podemos reconhecer dentro de nós mesmas.
A conexão com a Deusa Arianrhod nos auxilia a compreender a tarefa histórica da iniciação feminina.
Enquanto Ventre do Tempo, Arianrhod é encontrada na direção Oeste para aqueles que buscam conforto na tristeza, ou o ordenar dos pensamentos. Nesta mesma direção ela pode ser encontrada sempre que haja necessidade de se compreender os Mistérios Profundos que envolvem a vida e o viver. O amor, a inspiração e a compaixão.

Sempre que necessitar do auxílio dessa Deusa Mãe, — e assim que a lua surgir no céu — verta água cristalina em uma taça transparente. Quebre o talo de um botão de rosa branca e coloque-o no interior da taça. Ao lado da taça, acenda um incenso de jasmim, hortelã ou lótus. Em seguida acenda uma vela prata ou branca. Quando a chama da vela se firmar, feche os olhos e faça seu pedido a Deusa. Não se preocupe com fórmulas. A melhor oração é aquela que nasce do coração.

Deixe a pequena oferenda da rosa por três dias no mesmo local.

Querendo você pode colocar um pequeno cristal transparente entre a taça e a vela, para que ele seja imantado pela energia amorosa da Deusa. Após o terceiro dia, carregue o cristal com você. Ou mantenha-o em seu quarto. Com certeza ele guiará seus passos no mundo do Bom Sonhar.

Um comentário:

  1. Dos textos que eu li sobre a Deusa Arianrhod, gostei muito desse, pois achei mais fácil de compreender. Parabéns pelo blog.

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...