domingo, 23 de março de 2014

Dez razões para não se tornar Pagão.

As pessoas se tornam pagãs ou wiccanas para uma variedade de razões. A maioria dessas razões são muito boas - às vezes se trata de uma conexão com o divino, uma sensação de voltar para casa, ou mesmo apenas uma transformação gradual. No entanto, há uma abundância de razões que não são tão grandes. Se o seu caso aparecer nesta lista, seria bom você repensar toda a sua jornada espiritual e o que você espera a partir dela.

1. Quero lançar feitiços sobre as pessoas!

Portanto, não é um cara muito bonito que você gosta, mas você descobre a melhor maneira de chamar a atenção dele é jogando alguns mojos mágicos, quentes e sexy no seu caminho. Ou talvez você perdeu seu emprego, e você está pensando em um feitiço destinado a seu ex-chefe seria uma grande ideia. Bem, enquanto ambos são coisas que você pode fazer, isso não significa que você deveEmbora a maioria dos pagãos não incorporam a magia em sua prática espiritual, não é geralmente o foco principal. Se você está apenas interessado em spellwork, tudo bem - mas tenha em mente que a palavra trabalho é um componente fundamental do que faz isso. Há uma razão que nem todo mundo no mundo pratica magia.
Além disso, mantenha em mente que algumas tradições do Paganismo moderno tem orientações sobre Encantamentos destinado a outras pessoas. Não deixe de ler sobre as éticas de feitiços de amor antes de você começar a segmentação de sedução no cubículo ao lado.

2. Fui criado no cristianismo, mas agora eu odeio ir para a igreja.

Assim, por qualquer motivo, você decidiu a religião cristã não é para você. Isso é bom - todos podem evoluir e crescer e seguir em frente. No entanto, se você está procurando o Paganismo simplesmente como um ato de rebelião contra a sua criação, você pode encontrar-se deveras decepcionado mais tarde. Muitos pagãos dizem que se sentem mais à vontade em seu caminho espiritual, uma vez que perceberam que estavam correndo para alguma coisa, em vez de tentar fugir de alguma coisa. Se você recebeu uma educação Cristã, e agora você está pensando em se tornar um Pagão, é importante perguntar-se porquê. Religiões de comutação não é como tentar um novo par de sapatos, e muitas vezes envolve algum grau de compromisso de sua parte. Tenha certeza que se você está explorando o Paganismo é porque ele se sente bem para você - não porque parece errado para a sua família. Ou seja: tudo tem que fluir de forma natural e leve.

3. Quero invocar espíritos! Eles são legais.

Então você lê sobre um cara que conjurou um espírito para fazer sua oferta, e ele tem todos os tipos de poderes legais, e blá blá blá. Bem, ao trabalhar com o mundo espiritual é algo que alguns pagãos fazem, não é algo que todo mundo faz. E se você não decidir trabalhar com o mundo espiritual, é importante lembrar que eles não são animais de estimação ou brinquedos - só porque você invocar um espírito não significa que ele está interessado em fazer um contrato contigo.
Muitas pessoas têm guias espirituais que os visitam periodicamente - e há uma série de tipos diferentes. No entanto, se você estiver indo para invocar seres de outro mundo, não deixe de fazê-lo com segurança. Eles podem ser difíceis de se livrar de se você mudar de ideia mais tarde, e tê-los como clientes, pra não chamá-los e obsessores não é uma boa ideia...

4. Sou XVII geração hereditária Wicca.

Muitas pessoas acreditam que eles são descendentes de uma longa linhagem de bruxas - e, de fato, algumas pessoas têm alguns ramos de bruxaria em sua árvore genealógica ou vidas passadas. Entretanto, apenas porque alguém da sua família era uma bruxa ou Pagão não significa automaticamente que você seja um por conta disso. Além disso, é importante lembrar que a própria Wicca é uma religião bastante nova, criado por Gerald Gardner na década de 1950. Mesmo ele trazendo os traços da Antiga Bruxaria na Europa medieval isso não significa que seu tatara-tatara-tatara-tatara-avó, que morava em Salem era Wicca. Era só uma pessoa pagã. Além disso, esse ancestral que viveu em Appalachia, por exemplo, as ervas recolhidas e seu conhecimento adquirido da Natureza o tornava uma pessoa astuta no paganismo local. Porém não Wicca. No entanto, ela pode muito bem ter sido a prática de algum tipo de magia popular - muitas das quais co-existido feliz com o cristianismo durante séculos. Mas ela ainda não era Wicca. Então, deixem de lado essa questão de tradição, linhagem e segmento hereditário, pois isso não te tornará mais Pagão ou Wiccano.

5. Todo mundo sabe que os pagãos são realmente bizarros e abertos sobre sexo.

Se você está pensando em se tornar um pagão, só porque pode aumentar suas oportunidades de ficar com alguém, pense novamente. Enquanto muitos Pagãos são bastante abertos sobre sexo - e há um grande número de pagãos que praticam o poliamor - isso não significa que todos nós queremos dormir com você. Mente aberta e tolerância são coisas diferentes de preferências sexuais. Não é o mesmo que a promiscuidade. Além disso, embora alguns grupos pagãos incluem sexo no ritual como parte da prática, se o sexo no ritual é realizado, é quase sempre entre dois indivíduos que fazem parte de uma relação já existente, e que são de níveis iguais de poder dentro da dinâmica do conciliábulo.
Se você quer ter sexo 'bizarro', vai tê-lo. Mas não use o paganismo ou outras crenças como uma desculpa ou justificativa para essa sua busca...

6. Eu quero ser parte de uma religião que me permite fazer o que eu quero.

Algumas pessoas acreditam erroneamente que as religiões pagãs, na Wicca especificamente, são "fazer o que quiser" ''o que bem entende'' nesses sistemas de crenças. Enquanto não há muito espaço para a liberdade na forma como as pessoas praticam e que eles acreditam, isso não significa necessariamente que você pode fazer coisas que desafiam as leis da lógica e do bom senso. Por exemplo, se você quiser adorar Hécate, vá em frente - mas não proclame à todos que você só vai honrá-la como uma deusa do amor e da beleza¹, em vez de uma Deusa que seja mais voltada para feitiçaria e destruição.
Além disso, algumas tradições estabelecidas têm diretrizes em vigor. Muitos grupos da Wicca e de Paganismo em geral, e outros sistemas de crenças pagãs pode ter seu próprio conjunto de regras. Se você está se juntando a um desses grupos estabelecidos, você vai ter que seguir suas doutrinas. Se você está começando a sua própria tradição, ou a prática como um solitário, você pode criar seu próprio sistema - mas certifique-se de estabelecer uma certa coerência nas coisas e não ficar somente preso a um ponto da vertente só porque é mais do seu agrado.

¹- O significado da palavra Hecate, em grego, é incerto. Pode ser "a que remove ou expele", o feminino de um epiteto obscuro para Apolo, ou "aquela que opera a distância", ou "vontade", ou "a distante". A sua origem é frequentemente atribuída à palavra egípcia Hekat que significaria "Todo o poder", já que supostamente Hecate teria se originado da cultura antiga do Egito, onde era a deusa parteira Hekat (fazendo também o parto do sol cada manhã) e outras vezes representada como Heket, a deusa da vida e fertilidade, com cabeça de sapo, que fazia germinar os grãos de trigo. Hek eram também as matriarcas tribais da Era pré-dinástica do Egito. A assimilação de Hecate na religião e mitologia grega foi complexa, sendo cada vez empurrada mais para o submundo. Posteriormente na idade média, era chamada de Rainha das Bruxas. No começo da era Clássica Grega, era ainda venerada em rituais, tanto para ajudar os viajantes (onde 3 caminhos se cruzavam), como nos partos e na esperança de renascimento e transformação após a morte. Mais tarde, se acreditava que, nas noites de lua nova, ela aparecia com sua horrível matilha de cachorros fantasmas diante dos viajantes que por ali cruzavam. Ela enviava aos humanos os terrores noturnos e aparições de fantasmas e espectros. Também era considerada adeusa da magia e da noite, mas em suas vertentes mais terríveis e obscuras. Era associada a Ártemis e Selene, sendo Artemis a lua nova e crescente, Selene a lua cheia e Hecate a lua nova ou negra. As três juntas representam a antiga Deusa Tríplice, ou as três faces da vida, como também das três fases da lua. Também era uma divindade tripla dominando os céus, terra e o submundo, inclusive venerada por Zeus (mas mais tarde considerada sua filha). Na tradição tardia, onde Hecate é filha de Zeus e Hera, fala que Hecate rouba de sua mãe Hera uma maquiagem para a dar a Europa e deixa Hera furiosa. Hecate se esconde numa casa de uma mulher que recém pariu, o que a torna "impura". Para tirar sua mancha, as serventes de Perséfone a atiraram no rio Aqueron, que a levou ao submundo onde se casou com Hades. Por isso também era associada a Hades e à deusa Perséfone, a rainha dos infernos, lugar onde Hecate vivia.

7. As pessoas são más comigo, se eu sou for um(a) bruxo(a), eles ficarão com medo de mim.

Hum, não. Se as pessoas são más contigo, eles vão continuar a serem pessoas más, mesmo se você se tornar uma bruxa ou uma pessoa pagã. Se você estiver interessado em se tornar um pagão só porque soa assustador e isso farão que as pessoas te respeitem, isso não é um grande motivo. Na verdade, você pode encontrar ainda mais problemas se você andar por aí dizendo às pessoas que estão te assediando já que você se tornou Pagão. Se você é um estudante e você está sendo atormentado - por qualquer razão - você precisa deixar um adulto que sabe para que possam intervir. Se você é um adulto e você está sendo assediado por outros (independente do motivo), há uma série de maneiras para resolver o problema - chamar a polícia se ele é seu vizinho, fale com o seu chefe se é um colega de trabalho. Enfim, existem MUITAS maneiras para se resolver.
As pessoas de baixa energia, serão sempre assim. A não ser que elas mudem. E não importa que religião você é, elas continuarão a perturbar, que tal enviar um pouco de positividade à essas pessoas? Vai que ajuda! E você dizendo que é um Pagão a troco de nada ou só para assustar as pessoas não vai mudar isso. Pode até piorar.

8. Todos os pagãos são pacífico e amoroso, e  eu quero ser um.

Muitas pessoas entram na comunidade pagã pensando que todos os eventos que participarão serão cheios de sol e arco-íris, com wiccanos felizes brincando nos campos, abraçando árvores e cantando antigos hinos pagãos. Então, infelizmente, eles se tornam rudes quando alguém no jantar social diz algo sarcástico sobre alguém. 
Olha, os pagãos são pessoas como todos os outros. Nós não somos todos os brilhos e luz, e é razoável esperar que todos sejam assim. Além disso, existem tantos diferentes conjuntos de crenças que você não pode simplesmente assumir todo mundo e ir abraçando-os em um pegajoso amor gigante. Alguns Pagãos são pacíficos, outros não. Mas não é uma má idéia de esperar que cada um de nós sejamos assim, mas não é assim que ocorre - você vai se decepcionar muito se você estiver operando sob esses equívocos.

9. Tenho poderes psíquicos. Isso me faz uma bruxa.

Não. Isso faz de você alguém que está psiquicamente talentoso. Isso não significa necessariamente torná-lo uma pessoa Wiccana ou Pagã em si. Há muitas pessoas que têm diferentes graus de habilidades psíquicas - e há uma série de maneiras que você pode desenvolver essas habilidades de modo que você pode usá-los de uma forma positiva. Feitiçaria, por outro lado, é uma questão de prática. Em outras palavras, a prática de bruxaria faz de você uma bruxa, ao usar suas habilidades psíquicas faz de você um vidente e não um pagão em si. Não confunda as coisas.

10. Eu quero ser como as meninas na Charmed!

Sempre aparece alguém pedindo infirmações de como se tornar como as meninas do seriado Charmed  - você não pode usar a magia para mudar a cor dos olhos, levitar, ressuscitar os mortos, ou qualquer uma das outras coisas incríveis que Phoebe e suas irmãs fazem. Da mesma forma, The Craft e Harry Potter são de faz de conta também. Enquanto a televisão e o cinema pode fazer crer que as bruxas que praticam fazer tudo isso fantástico, na maioria das vezes estamos apenas rondando tentando equilibrar nossos talões de cheques, preparar o jantar para as nossas famílias, chegar ao trabalho na hora certa, e passear com o cachorro ou até mesmo tentando fazer algum regime!


Obs: O texto não é de minha autoria, ele é do site ''paganwiccan''. Eu apenas fiz a tradução e ajustei alguns pontos no texto. Resolvi compartilhar com vocês estas dicas porque é uma coisa que sempre acontece comigo... Sempre tem alguém que me pergunta como se tornar um pagão ou uma pessoa da Wicca. 

8 comentários:

  1. Texto incrível Letícia !!
    E me fez pensar muito também, eu venho de um lar totalmente cristão, onde bruxaria é abominável!
    E eu nunca me senti confortável no meio as crenças cristãs e aos ensinamentos, desde muito pequena era encantada por tudo que fosse mistico e pela religião pagã !! Me lembro que meu primeiro "ritual" foi aos 10 anos. Claro, que eu não tinha conhecimento real, e foi algo totalmente infantil, mas sei que foi de coração, e eu senti algo diferente em mim ! Ao fazer 16 anos, eu tomei a decisão de sair da igreja, e isso foi um choque para minha família, e bom, como no texto diz, eu me rebelei, e escolhi a bruxaria para "causar". E funcionou, no primeiro mês minha mãe passava noites no meu quarto lendo o Salmo 91!! E eventualmente, eu parei de buscar,ler e aprender sobre a religião pagã.
    Porem, não durou nem um mês, meu coração se acendeu num calor e eu vi que não era mais a rebeldia me regendo, eu queria saber mais, queria fazer parte desse mundo maravilhoso, meu corpo e alma pediam por mais conhecimento, pediam para entrar em contato com a Deusa ! E eu me vi voltando a isso, então acredito ser real mesmo! O que você acha ?
    Ah, porem infelizmente, ainda moro com meus pais, e para evitar conflitos, eu não posso jamais deixar que eles desconfiem que eu escolhi esse caminho, o que dificulta na hora de fazer rituais ou simplesmente ser "Eu" de verdade!
    Poxa desculpa pelo texto ! Eu amo escrever e não sei quando parar !
    Obrigada ! E beijos !

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi amore! Amei o seu relato!
      Bom, eu também tive a mesma formação que você. Creio que muitos pagãos hoje em dia tiveram um passado cristão. O que acontece quando a pessoa não quer mais o cristianismo é a rebeldia e o querer 'causar'. Este não foi o meu caso. De fato eu estava em uma fase bad em minha vida, mas não entrei no paganismo para causar e mostrar aos outros quão 'dumal' eu era. rsrs

      Minha jornada pagã começou em 2007 precisamente, mas eu já não ia em igreja há pelo menos uns 5 anos ou mais! Em 2007 um amigo meu veio a falecer e coisas sobrenaturais começaram a acontecer e isso me assustava de uma certa forma, já que eu cresci em um lar que TUDO era coisa do capeta. Mas desde a minha infância coisas assim aconteciam ao meu redor, inclusive. Mas desta vez eu resolvi ir buscar informações e querer aprender mais. Comecei lendo textos sobre os Chakras, estudei algumas coisas voltadas para Cromoterapia e aprendi sobre a encarnação, reencarnação e muitas outras coisas mais. Com isso eu fui crescendo e vi que a vida não era tão ruim assim...como muitos falavam em relação aos espíritos, vida pós morte e tal.

      No início eu não conseguia nem acender um incenso, pois meu pai reclamava e nem vela podia. Mas eu não desisti. Teve uma fase que eu deixei isso um pouco de lado... me refiro na questão de ter estudado, mas eu sempre dizia que era pagã. Até que um dado momento vi que tinha que dar um 'up' na minha vida na questão espiritual senão eu não iria progredir muito, foi ai que eu montei o meu altar e fiz o meu 1° ritual sozinha, que foi justamente o da Lua Azul. E eu pedi com tanta sinceridade que eu vi o resultado no mesmo dia e com isso eu fui expandindo o meu caminho espiritual. Na época inclusive eu bebia e fumava, depois eu larguei. Vi que não ~batia~ mais com a minha nova jornada...

      E cá estou até hoje no Universo pagão e nesse período nasceu o Paganus Aeternus, que foi atravez de um sonho que eu tive, me era mostrado que eu levava muita luz para as pessoas e que o Paganismo no Brasil cresceria muito com a minha ajuda e com os trabalhos espirituais. Na época eu nem sabia o nome direito, mas me veio tudo em sonho e fui realizando aos poucos a vontade dos Deuses... ♥

      Hoje o meu pai sabe que eu sou Bruxa, que eu sou Wiccana e sabe que eu vou no terreiro com a minha irmã (senão ela não vai - já que ela tem depressão). Ele me apoia MUITO e agradece todo dia por eu ter tomado este rumo espiritual, pois ele viu de perto quão grande foi a minha mudança, e pra melhor. E eu converso com ele sobre tudo e ele acredita e acha lindo meus trabalhos mediúnicos, os atendimentos de baralho cigano, os eventos do Paganus aqui em SP...

      Uma coisa eu te digo, querida: não desista! Se você sente que os Deuses têm um propósito em sua vida, vá em frente! E é uma jornada longa, porém muito gratificante!!! Seus pais podem não aceitar hoje, mas um dia a ficha deles cairão e verão que você mudou pra melhor e que foi esse caminho espiritual que você escolheu que te fez uma mulher mais forte, linda e sábia.

      Abençoada sejas, querida!

      (Desculpe pelo texto TAMBÉM)


      E. Laetittia Braz.

      Excluir
  2. Parabéns pelo texto, esses 10 itens estavam engasgados aqui e eu não sabia como dizer à alguns "amigos". Tenho uma ligação especial com a natureza, e minha família nunca me obrigou a ir à igreja. Logo, não sigo o caminho do paganismo por rebeldia, e sim por minhas ideologias, que são respeitadas por todos daqui de casa!

    ResponderExcluir
  3. Oi Boa Tarde...
    acredito em muitos dos principios da wicca,e estou lendo a respeito,adoro esta coisa de estar em contato com a natureza,vendo ela se transformando a cada dia,é tudo tão magico,mas ultimamente estou em duvidas se quero ser uma Bruxa mesmo,pois em algumas postagens vejo que alguns dizem adorar LUCIFER,e aprendi desde criança que lucifer é o diabo,estou confusa...ouço um chamado intenso e uma tremenda vontade de me descobrir a cada dia mais,porém isto é algo que não consigo digerir é um tanto demais para mim...Me AJUDE!!!

    Preciso adorar a LUCIFER para ser uma BRUXA.

    ResponderExcluir
  4. Belo trabalho
    Tenho umas dúvidas, Wicca e pagão são as mesmas coisas? Quem são os deuses?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ''Wicca'' é um sistema religioso-espiritual criado por Gardner. Não tem um panteão em si, apesar de se ler muito sobre seres e energias célticas em textos Wiccanos.
      ''Paganismo'' é quando a pessoas cultua a energia primordial da natureza em sua forma mais pura e simples... que é contemplar o céu, o mar, as estrelas, os frutos, o movimento das folhas e celebrar a passagem das estações e da lua. E cada povo tem sua forma de lidar com isso.

      Espero ter te ajudado, Adam.

      Com amor,

      Lae.

      Excluir
  5. Belo trabalho
    Tenho umas dúvidas, Wicca e pagão são as mesmas coisas? Quem são os deuses?

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...