sábado, 15 de março de 2014

Mude sua forma com a Deusa Vila. +Ritual.

Vila
(MUDANÇA DE FORMA)
''Danço de forma em forma 
Mudo de formato em formato sempre mudando, 
sempre me expandindo sempre me transformando 
Sou a flexibilidade ao mudar de forma.
Fluo livremente com tudo o que vem ao meu caminho. 
Sou a consciência ao mudar a minha forma 
ganho uma percepção ampliada do que deve ser. 
Valso um remoinho, tango uma árvore, 
salso um cisne ou um simples foxtrote 
Minha dança tem afinidade com tudo, 
pois sou capaz de ser tudo para conhecer 
Tudo, Ser Tudo e dissolver a forma. 
''Conhecer Tudo'' cria Unidade. 
A ilusão é pensar que temos uma forma separada. ''

Mitologia:
Vila é o nome europeu oriental para a Deusa da energia que se movimenta pela terra como a natureza. As Vily (plural) protegem muito bem o seu território e usam suas setas mortais naqueles que o invadem. Elas são mutantes perfeitas, capazes de transformarem-se em animais como serpentes, cisnes, falcões e cavalos. Gostam de brincar e de dançar. Se forem invocadas na floresta numa noite de luar, podem conceder saúde, riqueza e colheitas abundantes, ou então, se forem desrespeitadas, podem fazer o ofensor dançar até a morte.

Mensagem da Deusa para você:
Vila entrou dançando na sua vida em suas muitas formas para ensiná-la a alimentar a totalidade aprendendo a mudar de forma. Você ficou tempo demais numa única forma? Está se sentindo rígida e estagnada, perdendo a flexibilidade no modo de pensar e de ser? Ou talvez sinta que o ser humano
é o ser mais importante da Criação — e que as rochas, as árvores, os animais, a terra, etc, são formas menores. Está na hora de ampliar a percepção, de acentuar a flexibilidade ao ganhar a perspectiva de outras formas. Vila diz que o caminho para a totalidade está em conhecer a Criação como um todo.

Sugestão de ritual: 
Assuma a forma dos elementos:
Reserve um horário e um lugar em que você não seja interrompida. Fique em pé, sente-se ou deite-se confortavelmente, com a coluna reta, e feche os olhos. Respire fundo e solte lentamente o ar, deixando que tudo saia junto com ele. Respire fundo para o útero atravez da vagina.
Sinta o ar encher o útero e depois sair pela vagina. Continue respirando para o útero. Fique de frente para o leste e visualize, sinta o elemento ar na forma que escolher: uma brisa quente de verão, um dia de ventania em março. Quando tiver uma sensação nítida do ar, respire para o útero até que ele
seja o ar. Deixe o ar espalhar-se por todo o seu corpo, de modo que ele se dissolva e você seja o ar. Sinta essa unidade com o ar até estar pronta para continuar.
Agora deixe essa sensação do ar voltar ao útero e depois abandonar completamente o seu corpo. De frente para o sul, crie uma sensação forte, uma imagem visual ou um sentimento do fogo. E uma fogueira ou uma vela tremeluzente? É um incêndio na floresta ou o fogo na lareira? Concentre-se na imagem, depois leve-a até o útero de forma que ele seja o fogo. Deixe o fogo expandir-se gradativamente pelo seu corpo de modo que você se dissolva nele. Viva a experiência de ser o fogo até chegar a hora de voltar. Faça o fogo voltar para o útero e ficar ali.
Depois deixe que se apague de vez. De frente para o oeste e diante do elemento água, sinta, visualize ou perceba uma torrente, um lago claro e tranquilo, a imensidão e o poder do oceano ou um copo de água, e concentre se nisso. Respire o que você visualizou para o útero até que ele seja a água. Deixe a água espalhar-se pelo resto do seu corpo, de modo que ele se dissolva e você seja a água. Saboreie a experiência de ser a água até sentir que é hora de voltar. Gradativamente, deixe a água baixar até restar apenas no útero, depois libere-a totalmente.
Fique de frente para o norte e para o elemento terra. Escolha a imagem, sensação ou percepção da terra que for mais adequada para você — as montanhas, a floresta, o deserto — e concentre-se nela.
Respire essa imagem para o útero até que ele seja uma coisa só com a terra. Deixe a terra se espalhar através do seu corpo, de modo que ele se dissolva e você seja a terra. Desfrute essa experiência até estar pronta para voltar. Aos poucos, faça a terra retroceder até ficar apenas no útero e depois libere-a completamente. Respire fundo e abra os olhos. Seja bem-vinda de volta à forma humana!

Fonte: O Oráculo da Deusa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...