quarta-feira, 26 de março de 2014

Nornes: As Deusas que tecem o destino.

Deusas do Destino que são conhecidas em algumas culturas por: Moiras, Nornes e Parcas.

Hoje vamos falar sobre aquelas que controlam o WYRD, AS NORNES. Vamos ver se elas são profetizas ou deusas.

Urd, Verdandi e Skuld. São as três irmãs que tecem o destino dos homens em seus teares. Guardam a Yggdrasill, a árvore do mundo, que sustenta a Terra. Todas as manhãs fazem chover hidromel sobre suas raízes, para que as folhas permaneçam verdes. São representadas pela virgem, a mãe e a anciã. Urd é muito velha e vive olhando para trás, por sobre os ombros. Verdandi é uma jovem e olha sempre para o presente e finalmente Skuld, vive encapuzada e possui um pergaminho fechado sobre seu regaço, que contém os segredos do futuro. Símbolos: a roda em movimento.

Vivem protegidas por um dos ramos da árvore Yggdrasil, junto a um lago. O clã possuí apenas três integrantes, todas entidades femininas que a saber são: Urd, Verdandi e Skuld. Elas e representam o passado, o presente e o futuro, respectivamente. 

Para começar WYRD é a palavra nórdica para DESTINO, por tanto são as Nornes que controlam o destino de todos. Elas podem ser consideradas profetizas, ou videntes, mas na verdade as Nornes são deusas, que tecem os fios de todas as criaturas (inclusive as divindades, sem exceções) nos nove mundos. Vale dizer que elas não estão subordinadas a ninguém, e suas vontades pessoais não tem influencia alguma, pois elasseguem a determinação de uma força maior chamada Orlög, que engloba todo o universo. Elas não aceitavam palpites dos deuses e eram frequentemente procuradas pelos Aesir. 

Não se sabe exatamente de onde elas surgiram, assim como Audhumbla, só se sabe que elas apareceram em um determinado momento. Em certo ponto acreditasse que eram 13, uma para cada mês do ano, mas só se tem relatos das três, que eram conhecidas como Nornes, "três irmãs wyrd", "as velhas fiandeiras" e "Senhoras do Destino". 

Além de fiar  e tecer o wyrd, elas também tinha que regar e colocar argila branca nas raízes de Yggdrasil, para conserva-las e evitar que o tempo as desgastassem. Eram elas:

Urdh (Seu nome significa "Primal", "Origem"): Era a mais velha que representava o passado, "aquilo que já aconteceu" e também o destino, onde até certo ponto são consideradas as escolhas individuais, onde o presente seria uma consequência das escolhas feitas. Tinha como missão "fiar", ela também guardava a fonte homônima, onde ficam depositadas as memorias e o conhecimento arcaico. 


Verdandhi (seu nome significa "aquilo que está sendo"): Controla o presente, ou seja a força que nos conduz  a tudo aquilo que escolhemos no passado, o resultado das nossas ações, ou a falta delas, atribuindo assim forma física, mental, emocional e espiritual. 

Skuld (seu nome significa "aquilo que poderá vir a ser"): Era a mais jovem, ela representa o que ainda vai acontecer, ou seja o futuro, de acordo com as ações tomadas no presente, sendo corrigidos os erros do passado. Há ela também é conferido o titulo de dirigente das Valquírias e também padroeira dos seres da natureza. 

Não preciso dizer mais nada não é? 




"O destino é inexorável" Bernard Cornwell. 


BIBLIOGRAFIA: 
> Snorri Sturlson, Prosa Edda escrito por volta de 1200 DC. 
> Mirella Faur, Mistérios Nórdicos, Editora Pensamento ISBN:  9788531514937
> Diocionário da Mitologia Germânica.

FONTE:
> Espirais do Tempo
> Berço da Mitologia
> Wikipédia

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...