sábado, 8 de março de 2014

Shakti: A Energia vital do Amor.


Shakti (ENERGIA)
''Sou a fonte definitiva que dança através de todas as formas
Sou a força animadora que vibra para o mundo existir
Eu ativo, fortaleço, potencializo...
Deixei-me preenchê-la com êxtase cósmico
Deixe-me religá-la e recarregá-la, renová-la
Eu sou o néctar do mel da doce bem-aventurança
que serpenteia pela sua coluna
ligando todos os seus chakras
numa grande orgia orgástica
de poder e vitalidade e pura ENERGIA!''

Resolvi fazer uma postagem sobre Shakti e esclarecer uns pontos sobre esta manifestação energética. O sistema indiano de divindades se refere à Shakti como a manifestação da energia. Shakti, a deusa mãe, também conhecida como ambaa (mãe), ou devi (deusa). É considerada a personificação da energia cósmica em sua forma dinâmica. Shakti é a mãe de Skanda e Ganesha. Acredita-se que Shakti seja a força e a energia nas quais o universo é criado, preservado, destruído e recriado (pela trindade do Hinduísmo: Brahma, Vishnu e Shiva).


Sháktis são as companheiras dos Deuses da Trimurti Hindu:
Sarasvati é a Shákti de Brahma
Parvati é a Shákti de Shiva
Lakshmi é a Shákti de Vishnu
Shakti é adorada em várias formas:
Como RajarajesWari ou Kamakshi, ela é a mãe universal.
Como Uma ou Parvati, ela é a gentil cônjuge de Shiva.
Como Meenakshi - ela é a rainha de Shiva.

Como Durga, ela monta tigre, que grita de forma a atacar. Durga simboliza a vitória do bem contra o mal.
Como Kali, ela destrói e devora todas as formas de demônios. Ela também é a personificação do tempo, e sua forma sombria é simbolizada como o futuro segundo nosso conhecimento.
Acreditar em Shakti como o aspecto feminino de uma divindade é comum na malha religiosa da Índia. Práticas tântricas envolvendo gestos, cantos e yantras são executados em adoração a Shakti.
Muitos acreditam que Shakti é uma Deusa em si, mas é a forma da Deusa sob diversas formas e situações. E hoje, eu compartilho com todos e todas essa energia vital de amor, sabedoria, proteção e companheirismo: A energia da Mãe Divina, aquela que nos envia o fluído vital para a nossa evolução espiritual/físico/mental e sem ela nada seríamos...


Mitologia:
Na índia hindu, Shakti, a Deusa, é ativa, poderosa, vital — a força animadora do universo. O
masculino é a força passiva, inerte, adormecida. Cada Shakti tem seu Deus ao qual se une no ato sexual. Sem união, nenhum dos dois pode fazer nada. Para os místicos tântricos, a união definitiva com Shakti acontece no momento da morte. Shakti, representada aqui sentada dentro do ovo luminoso do mundo, é protegida pela serpente kundalini, a emanação da sua própria energia divina.

Mensagem da Deusa para você:
Shakti explode na sua vida para energizá-la e revitalizá-la. O caminho da totalidade para você agora está em aprender a trabalhar com Shakti: a divina, cósmica, orgásmica energia da Deusa.
Você anda se sentindo cansada? A vida a deixa aborrecida, com todas as suas exigências? Você fica distribuindo sua energia e vitalidade, sem repor, sem recarregar e revitalizar? Talvez haja algo que você queira manifestar mas sente que não tem energia para fazê-lo. Shakti diz que existe energia em abundância disponível para você. Tudo o que você tem de fazer é aprender como ligar-se a ela.

Sugestão de ritual: Orgasmo cósmico do chakra¹
¹ Chakras são centros de energia. Existem sete principais chakras localizados no corpo e são conhecidos como os Chakras do despertar, pois estão ligadas nos pontos onde estão nossas glândulas.

Reserve um horário e um lugar em que você não seja interrompida. Sente-se ou deite-se
confortavelmente, com a coluna reta. Feche os olhos. Respire fundo e, quando soltar o ar, bem devagar, sinta que está tirando todo o stress e a tensão pela cabeça, como se fosse uma roupa apertada. Jogue-os fora, bem longe de você.
Continue a respirar relaxadamente. Visualize, sinta ou perceba a energia vibrando no âmago da Terra. Imagine um tubo comprido saindo de sua vulva e estendendo-se para dentro da Terra. Quando você respira, abre as válvulas do tubo e a energia da Terra sobe pulsando. Atraia essa energia para o seu primeiro chakra. Quando alcança o primeiro chakra, a energia explode na cor vermelha, e o chakra fica repleto de energia vermelha rodopiante. Detenha-se um momento para experimentar os sentimentos e sensações que vêm à tona enquanto o primeiro chakra é preenchido com energia vital vermelha. Uma sensação pode ser a de que você está sentada num tubo de fluxo contínuo de energia vermelha que fica pulsando no primeiro chakra.
Quando estiver pronta, atraia a energia vermelha do primeiro para o segundo chakra, onde fica o útero. Aí a energia explode, preenchendo o segundo chakra com vibrante energia laranja. Experimente a deliciosa sensação de ter esses dois chakras cheios de energia revitalizante. Agora, atraia a energia vermelha do primeiro chakra para o segundo, de cor laranja, e suba para o terceiro chakra, que fica no plexo solar. Quando chega ao plexo solar, a energia explode na cor amarela, e o terceiro chakra fica pulsando com energia elétrica amarela.
Dê a si mesmo um tempo para aproveitar o fato de ter três chakras cheios de energia revigorante. Agora sinta a energia fluindo e subindo através de cada chakra até chegar ao quarto, que fica no centro do peito, mais ou menos onde fica o coração. Quando chega ao quarto chakra, a energia explode na cor verde-esmeralda, e o chakra é preenchido com energia vibrante verde-esmeralda.
Saboreie a agradável sensação de ter quatro chakras plenos de energia vital. Sinta, perceba ou visualize a energia movendo-se através de você em direção ao quinto chakra, que fica na garganta.
A energia alcança a garganta e preenche o quinto chakra com energia elétrica azul.
Sinta o prazer de ter cinco chakras repletos de energia. A energia filtra-se através de você até atingir o sexto chakra, que fica entre as sobrancelhas ou "terceiro olho", onde ela explode na cor índigo ou azul escuro. Sinta a energia pulsando nos seis chakras. Lentamente, a energia sobe através de todos os chakras, crescendo em intensidade desde o primeiro, segundo, terceiro, quarto, quinto, sexto chakra até chegar ao sétimo, que fica na coroa da cabeça, e então explode numa luz lilás quase branca iridescente. Você se sente vigorosamente carregada de energia. Todos os seus chakras estão estalando e vibrando com uma prazerosa, deliciosa energia. Fique com essa sensação pelo tempo que desejar, embebendo todas as suas células nesse bem-estar.
Agora visualize, sinta ou perceba a energia do universo. Ela é quente e fogosa, como o Sol? Ou é prateada, fria, como os raios de luar? Ou silenciosa e imensa, como a expansividade do espaço?
Respire fundo e atraia essa energia para o sétimo chakra, ou chakra da coroa. Sinta a energia da Terra e a energia cósmica fazendo amor no chakra da coroa, preenchendo-o com o deleite da união.
Deixe que a delicadeza da energia cósmica flua no sexto chakra, suavemente, preenchendo e
acariciando, penetrando e fundindo-se com a energia da Terra, até você sentir o sexto chakra
explodir com a união da Terra e do cosmos. Agora, a energia que vem do cosmos se move lenta e docemente para o quinto chakra, onde se une à energia da Terra. A energia cósmica segue então para o quarto chakra, ou chakra do coração, e ali se une à energia da Terra, de cor verde-esmeralda, até que ambas explodem na paixão de sua união e você sente a bem-aventurança. A energia cósmica agora é atraída para o terceiro chakra e se une à energia da Terra, e juntas às energias formam redemoinhos, girando, rodopiando, fazendo sua dança de amor, e você sente o êxtase. A energia cósmica é então atraída para o segundo chakra. Ela encontra a energia da Terra, e ambas fazem amor até você tremer de prazer. Quando a energia cósmica adentra o primeiro chakra e se une à energia da Terra, há uma explosão orgásmica. Você se sente extática.
Todos os seus chakras experimentam o orgasmo cósmico, e você se sente energizada, relaxada, e totalmente revigorada. Quando se sentir plena, será o momento de cobrir os chakras. Comece com o sétimo: imagine uma capa ou tampa sendo colocada sobre o chakra para manter a energia dentro de você. Depois de cobrir o sétimo chakra, cubra o sexto, depois o quinto, o quarto, o terceiro, o segundo e o primeiro. Respire fundo e abra os olhos. Seja bem-vinda!

Fonte: O Oráculo da Deusa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...