segunda-feira, 14 de abril de 2014

Lua Sangrenta - 15/04/2014

por: E. Laetittia Braz

Hoje falaremos sobre a Lua Sangrenta. Mesmo com diversos vídeos, postagens e noticiários falando sobre este Eclipse Total Lunar, muitos ainda ficam assombrados, com medo, curiosidade e até mesmo criam algumas superstições em cima disso. Certamente que será deixado de lado os conceitos Bíblicos e os alardes cristãos sobre este fenômeno tão lindo e certamente, tão raro. 

Antes de adentrar no campo espiritual e mágico da coisa, vamos ao mais óbvio, ver como ocorre esta Lua Sangrenta...


Vejam na 1° imagem, é uma amostra de um Eclipse Solar e Lunar. 
Vejam na 2° imagem, é uma amostra de um Eclipse Lunar.

Os eclipses lunares podem ser classificados de acordo com a parte da Lua que é obscurecida pela sombra da Terra, e por qual parte da sombra da Terra ela está sendo obscurecida. A sombra projetada pela Terra possui duas partes denominadas umbra e penumbra. A umbra é uma região em que não há iluminação direta do Sol e a penumbra é uma região em que apenas parte da iluminação é bloqueada. Os eclipses penumbrais ocorrem quando a Lua entra na região de penumbra, o que na prática resulta numa variação do brilho da Lua que dificilmente é notada. Se a Lua entra inteiramente na região de penumbra ocorre o raro eclipse penumbral total que pode gerar um gradiente de luminosidade visível, estando a Lua mais escura na região que se aproxima mais da umbra. Quando a Lua entra na região da umbra, podem ocorrer os eclipses lunares parcial e total. O eclipse parcial ocorre quando apenas parte da Lua é obscurecida pela sombra da Terra e o total, quando toda a face visível da Lua é obscurecida pela umbra. Este obscurecimento total pode durar até 107 minutos e é mais longo quando a Lua está próxima de seu apogeu, ou seja, quando sua distância da Terra é o maior possível.

Um último tipo de eclipse lunar raro é denominado eclipse horizontal. Ele ocorre quando o Sol e a Lua, em eclipse, estão visíveis ao mesmo tempo. Este tipo de eclipse só é visível quando o eclipse lunar ocorre perto do poente ou antes do nascente.

Basicamente, a Lua Vermelha nada mais é do que um eclipse lunar total, onde a Lua vai ficar com aspecto avermelhado no momento em que a Terra ficar entre o Sol e a Lua. Teremos dois nesse ano e dois em 2015. O conjunto de quatro eclipses totais da Lua que ocorrem em uma sequência de dois anos é chamado de tétrade e isso é relativamente raro: no século XXI teremos apenas oito tétrades, sendo que a próxima Tétrade será em 2032 e 2033.

No dia 15 de abril de 2014 (madrugada de segunda para terça) acontecerá a 1ª Lua Vermelha do ano. Demos sorte, pois o fenômeno será totalmente visível no Brasil! Seu início será por volta de 1:50 da madrugada do dia 15, com a totalidade ocorrendo em torno de 3:45. O maior obscurecimento terá início a partir de 3h, com término às 5:20h, mas permanecerá parcial até 6:30 (com o dia claro, é mais difícil de observar o eclipse).

A Lua não desaparece completamente na sombra da Terra, mesmo durante um eclipse total, podendo então, assumir uma coloração avermelhada ou alaranjada. Isto é conseqüência da refração e da dispersão da luz do Sol na atmosfera da Terra que desvia apenas certos comprimentos de onda para dentro da região da umbra. Este fenômeno também é responsável pela coloração avermelhada que o céu assume durante o poente e o nascente. De fato se nós observássemos o eclipse a partir da Lua, nós veríamos o Sol se pondo atrás da Terra.

Escala de Danjon
O astrônomo André-Louis Danjon criou uma escala que veio a receber seu nome para classificar o obscurecimento durante um eclipse lunar. Esta escala vai de 0 a 410:

L=0: Eclipse muito escuro, a Lua se torna quase invisível durante a totalidade.
L=1: Eclipse escuro de cor acinzentada ou próximo do marrom.
L=2: Eclipse com cor vermelha. A sombra central é muito escura mas as bordas são mais claras.
L=3: Eclipse cor de tijolo. A borda da sombra é brilhante ou amarela.
L=4: Eclipse muito brilhante com cor alaranjada. A borda da sombra é brilhante ou azul.


Postagem sobre ritual de lua cheia, eclipse total lunar e esbat AQUI.
Fonte: 

Imagem 1, 2, 3 - Wikipédia Portugal.
assombrado.com.br
ecoenchantment.co.uk
goddesseandgreenman.co.uk

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...