domingo, 20 de abril de 2014

Morgana: Deusa Tríplice Celta. + Ritual.

Morgana, a Fada
(RITMOS)
''Quando danço com a Vida
danço o meu próprio ritmo
mantendo o meu compasso
Minhas marés anímicas estão alinhadas e fluem
com a minha pulsação: minha expressão única
Reverenciando a mim mesma eu reverencio tudo
Quando você dança com a Vida, qual é o seu ritmo?
Ele é rápido ou lento, lépido ou litúrgico,
repetitivo ou em constante mudança?
Você deixa o ritmo servi-la,
ou abatê-la, acalmá-la,
ou agitá-la, encorajá-la,
ou perturbá-la?, Você sabe?''
Mitologia
Morgana, a Fada, é uma Deusa tríplice celta da morte e do renascimento, representada como uma bela jovem donzela, uma vigorosa mãe/criadora ou uma bruxa portadora da morte. Ela também foi uma Deusa do mar, pois seu nome, "Mor", na língua celta significa mar. Seu último nome tem dois significados: "a fada" e "o fado", ou a sina. Nas lendas arturianas, ela era meia-irmã de Artur. Diz-se que ela manipulava Morderete, filho dela com Artur, para induzi-lo a matar o pai. Quando Artur morre, Morgana, a Fada vem em seu auxílio para levá-lo à ilha mágica de Avalon, onde ela o cura e, em seguida, lança-o num sono profundo, do qual ele só acordará quando o tempo for propício.

Mensagem da Deusa pra ti
Morgana, a Fada chegou dançando à sua vida com seus tambores e sua magia para convidá-la a descobrir e viver seus ritmos. Qual é o seu ritmo pessoal? Você sabe qual é o melhor momento para exercitar-se, dormir, comer, ser criativa, fazer amor, trabalhar, etc? Ou gasta toda a sua vitalidade ajustando-se ao ritmo imposto pelo trabalho, pela família, pelo amante, pelos amigos? Você mergulhou na vida do outro e vive o ritmo dele em vez do seu? Talvez: você nunca tenha descoberto o seu ritmo porque quer agradar àqueles com quem convive e "fazer parte do time". É de vital importância que você siga o seu próprio ritmo. Fluir com ele lhe dará mais energias, porque você não estará mais reprimindo o que lhe é natural. Morgana, a Fada diz que a vitalidade, a saúde e a totalidade são cultivadas quando você flui com sua pulsação única, em vez de ir contra ela.

Sugestão de ritual: Jornada até Avalon
Reserve um horário e um lugar em que você não seja interrompida.
Sente-se ou deite-se confortavelmente, com a coluna reta, e feche os olhos. Respire fundo e solte o ar lentamente. Inspire profundamente outra vez e solte o ar como se fosse um dragão de fogo, exalando chamas de tensão. Faça isso novamente e, quando soltar o ar, veja quão longe você consegue lançar as chamas da tensão. Agora, respire fundo outra vez e, ao expirar, visualize, sinta ou perceba que está num pequeno barco. Pode ser um barco com o qual você já está familiarizada ou um que só existe na sua imaginação. O barco balança, balança para frente e para trás, e você entra num estado de profundo relaxamento. É tão agradável ser suavemente embalada pelo barco enquanto você é carregada através da água, em segurança.
Você olha para cima e só vê a bruma, que se desfaz lentamente, abrindo uma passagem para o barco. Depois que você entra, a bruma se fecha outra vez. Adiante fica a ilha de Avalon. O barco chega à margem, e você desembarca. Morgana, a Fada, lhe dá as boas-vindas e a recebe em Avalon.
Ela pergunta o que você quer, e você diz que veio buscar ajuda para lidar com seus ritmos. Ela toma sua mão e a leva até um tanque mágico no centro de um círculo de macieiras. Vocês se sentam nas pedras na beira do tanque. Morgana, a Fada pega sua varinha e agita a água do tanque. Quando a água se aquieta outra vez, o que você vê na superfície é exatamente aquilo de que precisa. Você agradece a Morgana, a Fada pela ajuda, e ela lhe pede algo que você dá com gratidão, de coração aberto. Então ela a acompanha de volta ao barco. Você entra no barco e ele parte.
Novamente a bruma se abre para você, depois se fecha. O embalo suave do barco é reconfortante. Você está voltando, sentindo-se profundamente purificada e consciente, voltando, sentindo que sabe o que precisa fazer, voltando, sentindo-se refrescada e revitalizada. Você respira fundo e solta o ar bem devagar, voltando plenamente ao corpo.
Respire fundo outra vez e, enquanto solta o ar, abra os olhos. Seja bem-vinda!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...