terça-feira, 5 de agosto de 2014

O Rito do Bolo e da Cerveja


O Rito do Bolo e da Cerveja
Praticamente qualquer alimento ou bebida pode ser usado no Rito do Bolo e da Cerveja; deixe que as necessidades dos membros de seu Coven ditem sua escolha. Se for o caso, use bebidas sem álcool, bolos dietéticos ou obedeça a qualquer outra limitação que as pessoas possam ter. Como alguns dos participantes não bebem ou têm restrições em relação a alimentos, usamos bolachas sem sal e água neste rito. O Rito do Bolo e da Cerveja não é um banquete cerimonial, mas simplesmente um meio de nos conectarmos com o Deus e a Deusa e também com a abundância desta Terra, que Eles nos proporcionam. Este rito é semelhante aos ritos de comunhão de outras denominações religiosas e, provavelmente, foi ele que deu origem às observâncias cristãs semelhantes.
Um prato de bolos e um prato com copos de cerveja, suficientes para cada membro do Coven, são preparados enquanto o círculo está sendo organizado e postos perto do altar. Quando o rito está prestes a ser iniciado, a Suma Sacerdotisa apanha o prato com os copos de cerveja e oferece ao Sumo Sacerdote. O Sumo Sacerdote pega seu atame e desenha um pentagrama no ar sobre o prato, dizendo:
Introduzo nestas bebidas o amor da Deusa Mãe e do Deus
Pai, para que nunca tenhamos sede.
O prato é então passado em sentido horário ao redor do círculo, sendo apresentado a cada participante com as palavras: "Que nunca tenhas sede", proferidas cada vez que o prato muda de mãos. O Sumo Sacerdote então pega o prato com os bolos e oferece-o à Suma Sacerdotisa, que toma seu atame e desenha um pentagrama no ar sobre os bolos, dizendo:
Introduzo nestes bolos o amor da Deusa Mãe e do Deus
Pai, para que nunca tenhamos fome.
O prato é então passado em sentido horário ao redor do círculo, sendo oferecido a cada participante com as palavras: "Que nunca tenhas fome", proferidas cada vez que o prato mudar de mãos. Depois que tanto a cerveja como os bolos tiverem passado por todos os participantes, são colocados no meio do círculo para que os bolos restantes possam ser consumidos, se as pessoas o desejarem. Os membros do Coven agora tomam alguns minutos para falar sobre o ritual do Sabá ou do esbat e seu significado para cada um deles.

Fonte: Livro - Wicca: Crenças e Práticas de Gary Cantrell, página 116 - Editora Madras.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...