quarta-feira, 3 de dezembro de 2014

Anahata na Roda de Samsara.

Escrito por: E. Laetittia Braz.


Quanto mais tentamos controlar e ''castrar'' nossos pensamentos e a mediunidade, as coisas pioram e perdem o rumo. Pois tais coisas não são físicas. São sutis e etéricas dependendo do caso e mesmo que ocorra algo denso e ruim conosco, o pensamento e mediunidade não são físicos e então não podemos ficar com medo e nem triste por conta disso. 

O que deve ser feito é deixar fluir, Esta é a regra. Esta é a Lei. O coração é que manda. O coração é que guia. O coração é que nos liga com o nosso Eu Superior e assim, estaremos nos Portões Celestiais com mais facilidade para obter o contato com o Divino...

Estirpe o medo em sua vida e sinta como as coisas fluirão em tua vida, em teu coração...

O ciclo de morte e renascimento deve ser encarado como um fato natural. Pois assim o é. Os nossos pensamentos são a mesma coisa. Precisamos deixar que pensamentos nocivos e negativos morram, para que pensamentos e energias de Luz renasçam em nós e com isso poderemos trabalhar melhor os nossos dons e também com a mediunidade.
Vejo muitos jovens com os pensamentos negativos a todo vapor e com suas mediunidades e dons totalmente estagnadas

A meditação budista ensina que por meio de cuidadosa observação da mente é possível ver a consciência como sendo uma sequência de momentos conscientes ao invés de um contínuo de auto-consciência. Cada momento é a experiência de um estado mental específico: um pensamento, uma memória, uma sensação, uma percepção. Um estado mental nasce, existe e, sendo impermanente, cessa dando lugar ao próximo estado mental que surgir. Assim a consciência de um ser senciente pode ser entendida como uma série contínua de nascimentos e mortes destes estados mentais. Neste contexto o renascimento é simplesmente a persistência deste processo.

Esta explicação do renascimento como um ciclo de consciência é consistente com os demais conceitos budistas, como anicca (impermanência), dukkha (insafistatoriedade), anatta (ausência de identidade) e é possível entender o conceito de karma como um elo de causa e consequências destes estados mentais.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...